Fórmula 1
07 ago
Corrida em
10 Horas
:
10 Minutos
:
38 Segundos
04 set
Próximo evento em
25 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
32 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
46 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
109 dias

GPs do Brasil, Canadá, México e Estados Unidos estão próximos de serem cancelados; provas europeias serão incluídas

compartilhar
comentários
GPs do Brasil, Canadá, México e Estados Unidos estão próximos de serem cancelados; provas europeias serão incluídas
Por:
24 de jul de 2020 12:06

Categoria deve anunciar novidades no calendário nos próximos dias, que incluem cancelamentos e adições

Em busca de fechar o calendário da temporada 2020, a Fórmula 1 deve anunciar nos próximos dias quatro cancelamentos, das provas no continente americano, incluindo o GP do Brasil, e três adições, todas na Europa.

A Liberty Media, dona da F1, está pesando o melhor modo de preencher o calendário, com a pandemia da Covid-19 ainda muito em alta em alguns países que a categoria normalmente visita.

Leia também:

As situações nos Estados Unidos e no Brasil são vistas como as mais preocupantes, e o Motorsport.com apurou que a categoria tomou a decisão de cancelar de uma vez todas as provas no continente americano.

Com isso, a categoria não deve realizar em 2020 os GPs dos Estados Unidos, Canadá, México ou Brasil. Caso a informação seja confirmada, essa seria a primeira vez na história que a F1 não visitaria o continente em uma temporada. 

Segundo o Motorsport.com apurou com a organização do GP do Brasil, Tamas Rohony, promotor do evento, não recebeu ainda nenhum comunicado da FIA confirmando o cancelamento da prova.

Para preencher o espaço, buscando manter seu planejamento original de 15 a 18 etapas na temporada, a F1 deve anunciar também três adições na Europa, em circuitos que não estavam programados para receber a categoria em 2020.

Nurburgring e Ímola devem voltar ao calendário após anos fora, enquanto Portimão, em Portugal, deve receber a F1 pela primeira vez. Mais adiante, a F1 também deve anunciar mais três provas, sendo duas no Bahrein e uma em Abu Dhabi, provas que são vistas como certas para o final do ano.

Esses anúncios devem aumentar o calendário para 13 provas e, somando com as provas no Oriente Médio, a F1 chegaria a 16 etapas, ultrapassando seu mínimo, necessário para cumprir os contratos televisivos.

Ainda resta a possibilidade da F1 acrescentar até mais dois eventos na Ásia para o início de novembro, com Vietnã e Malásia entre os principais candidatos.

Veja como ficaria o calendário da F1 com as possíveis adições

Data Etapa
05 de julho GP da Áustria (Red Bull Ring)
12 de julho GP da Estíria (Red Bull Ring)
19 de julho GP da Hungria (Hungaroring)
02 de agosto GP da Grã-Bretanha (Silverstone)
09 de agosto GP dos 70 Anos  (Silverstone)
16 de agosto GP da Espanha (Barcelona)
30 de agosto GP da Bélgica (Spa)
06 de setembro GP da Itália (Monza)
13 de setembro GP da Toscana Ferrari 1000 (Mugello)
27 de setembro GP da Rússia (Sochi)
11 de outubro GP da Alemanha (Nurburgring)
25 de outubro GP de Portugal (Portimão)
01 de novembro GP de San Marino (Ímola)

Foto 'viralizada' de Norris ilustra como McLaren saiu do buraco na F1; Ricardo Penteado explica

PODCAST: O debate de fãs e 'haters' sobre domínio de Hamilton

 

Massa analisa Hamilton: "Tem bom coração, mas não é 100% feliz"

Artigo anterior

Massa analisa Hamilton: "Tem bom coração, mas não é 100% feliz"

Próximo artigo

Hamilton, Silverstone, polícia inglesa reforçam pedidos para que fãs evitem GP da Grã-Bretanha

Hamilton, Silverstone, polícia inglesa reforçam pedidos para que fãs evitem GP da Grã-Bretanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble