Grosjean critica grande diferença entre carros na F1 atual: "Hamilton não poderia fazer nada na Haas"

Para o francês, é impossível ter boas performances com um carro ruim e mesmo os melhores pilotos não podem fazer nada.

Grosjean critica grande diferença entre carros na F1 atual: "Hamilton não poderia fazer nada na Haas"

O debate homem versus máquina segue em alta na Fórmula 1, com muitos questionando o quanto dos feitos de Lewis Hamilton se devem ao papel que a Mercedes desempenha. Para Romain Grosjean, que anunciou ontem (03) que correrá na Indy em 2021, é impossível para um piloto apresentar boas performances com um carro ruim, independente do quão bom ele possa ser.

Com diferenças cada vez maiores entre as equipes da ponta do grid da F1 e as demais, a era turbo híbrida registrava uma escrita incômoda antes de 2020. De 2014 a 2019, apenas três equipe haviam obtido vitórias: Mercedes, Ferrari e Red Bull. Com algumas corridas imprevisíveis no ano passado, esse número aumentou para cinco, com os triunfos de Pierre Gasly e a AlphaTauri no GP da Itália e Sergio Pérez com a Racing Point no GP de Sakhir.

Leia também:

Grosjean passou os cinco últimos anos de sua trajetória na F1 com a Haas. E embora a equipe tenha passado um primeiro momento de crescimento nos anos iniciais no grid, acabou caindo para o fundo do grid. Com isso, o francês não subiu ao pódio com a equipe americana.

Em entrevista à Autosprint, Grosjean analisou a situação atual da F1:

"Para vencer na Fórmula 1, é preciso ter o melhor carro. Todos os 20 pilotos da Fórmula 1 são da mais alta qualidade. Existem pequenas diferenças, mas são poucas. Leclerc, Verstappen e Russell devem dificultar a vida de Hamilton, desde que tenham também os melhores equipamentos".

"Se você colocasse Hamilton em uma Haas, não poderia fazer nada. O desempenho de Russell no Sakhir foi um exemplo perfeito da diferença que o carro faz".

Por isso Grosjean ficou feliz com a notícia de que Sergio Pérez havia sido contratado pela Red Bull para correr em 2021.

"Estou feliz por ver que ele terá essa oportunidade. Tenho certeza de que ele se sairá bem em uma equipe de ponta. Pérez terá uma segunda chance depois do que aconteceu na McLaren. Acho que, com anos de experiência, Checo terá uma situação diferente. Está pronto para fazer um bom trabalho".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

GROSJEAN correrá na INDY em 2021 e GP de F1 em SÃO PAULO pode ser INVESTIGADO em CPI

PODCAST: Bottas reagirá na Mercedes? Como compará-lo a Barrichello, Webber e cia?

 

compartilhar
comentários
Alonso acredita que Ferrari acertou ao dispensar Vettel: "Não era o salvador que esperavam"

Artigo anterior

Alonso acredita que Ferrari acertou ao dispensar Vettel: "Não era o salvador que esperavam"

Próximo artigo

F1 2021: O que já sabemos dos novos carros, da pré-temporada e dos lançamentos

F1 2021: O que já sabemos dos novos carros, da pré-temporada e dos lançamentos
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Kemal Şengül