Hamilton sobre motor Mercedes na Red Bull: "sou contra"

Bicampeão mundial afirma que a Red Bull é uma equipe grande e não deve ter nenhuma parceria com os alemães

Hamilton sobre motor Mercedes na Red Bull: "sou contra"
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 com seu novo cabelo
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 com nova cor de cabelo
Carregar reprodutor de áudio

Lewis Hamilton afirmou nesta sexta-feira que a Mercedes deve refletir muito antes de considerar fornecer os seus motores para os rivais da Red Bull.

“Seria como dar a Ferrari um motor. Acho que se você pensa seriamente em vencer Campeonatos Mundiais, você não deve fazer isso. Red Bull é uma equipe grande e a Mercedes está aqui para vencer, então eu sou contra”, disse Hamilton, em entrevista à emissora espanhola Antena 3.

Aliado ao comentário do tetracampeão mundial criticando uma possível parceria, o último rumor no paddock é que a Red Bull poderá receber uma nova oferta de Sergio Marchionne para receber motores Ferrari.  

“O nosso chassis é um um dos melhores atualmente. Não há dúvida que se tivéssemos um motor poderoso como a Mercedes estaríamos competitivos”, disse Daniil Kvyat, que não poupa críticas à Renault.

No entanto, o piloto russo da Red Bull evita comentar sobre qual motor escolheria caso o acordo com a marca francesa seja rompido para a próxima temporada.

“Não é minha responsabilidade tomar essa decisão. Se tivermos um motor competitivo, certamente faremos o melhor carro possível pra vencer corridas e interromper o domínio da Mercedes. Tenho certeza que tomaremos a melhor decisão”, completou.

compartilhar
comentários
Com tranquilidade, Hamilton comanda primeiro treino em Monza
Artigo anterior

Com tranquilidade, Hamilton comanda primeiro treino em Monza

Próximo artigo

Williams admite assédio da Ferrari: "Bottas não tem preço"

Williams admite assédio da Ferrari: "Bottas não tem preço"