Hamilton vence no México e iguala recorde de Prost

Piloto britânico conquista 51º triunfo na Fórmula 1 e reduz em sete pontos desvantagem para Nico Rosberg; Massa é 9º

Hamilton vence no México e iguala recorde de Prost
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid locks up under braking as he leads at the start of the race
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 on the drivers parade
Marcus Ericsson, Sauber C35 at the start of the race
Hot grid girls on the drivers parade
Felipe Massa, Williams on the drivers parade
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid, leads Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid, and Max Verstappen, Red Bull Racing RB12, at the start of the race
Pascal Wehrlein, Manor Racing retired from the race at the start
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM09 at the start of the race
Both Red Bull Racing cars parked in parc ferme
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Fans in the grandstand
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16
Sahara Force India F1 Team fans in the grandstand
Sahara Force India F1 Team fans in the grandstand
Carregar reprodutor de áudio

O inglês Lewis Hamilton conquistou uma vitória importante neste domingo (30) no GP do México. O piloto da Mercedes largou na frente e não teve concorrência para vencer pela oitava vez neste ano e pela 51ª na carreira.

O número é simbólico para Hamilton: com este triunfo ele empata em segundo lugar na história da Fórmula 1 com o tetracampeão Alain Prost, que entre 1980 e 1993 também conquistou 51 vitórias.

Além disso, Lewis também diminuiu a diferença para Nico Rosberg no campeonato. O alemão não conseguiu fazer um bom final de semana, mas ainda assim salvou um segundo lugar ao fim da prova segurando os ataques de Max Verstappen.

A diferença entre os dois pilotos da Mercedes no mundial agora está em 19 pontos, o que significa que Rosberg pode ser campeão na próxima corrida, no Brasil, se vencer.

Em boa corrida, Max Verstappen completaria o pódio após pressionar Nico Rosberg durante todo o GP. O alemão teve de ser habilidoso durante a prova com os retardatários para não ser pego pelo holandês - que tentou uma ultrapassagem na curva 3, mas não conseguiu.

Sebastian Vettel, que foi o quarto na pista, ganhou a posição de Verstappen após o piloto holandês ser punido pela direção de provas no fim do GP por ter cortado a primeira curva se defendendo do ataque de Vettel. Ricciardo subiu para quarto e Verstappen foi o quinto depois de ter 5s acrescidos no tempo de prova.

Felipe Massa fez corrida opaca. Ele passou a primeira volta em sexto, mas acabou ficando com o nono lugar no fim da prova. Já Felipe Nasr, único a largar com os pneus médios, fez uma parada apenas no fim da prova e chegou na 16ª posição.

Atualização: A FIA puniu Vettel em 10 segundos pela manobra em cima de Daniel Ricciardo. O alemão caiu para quinta colocação e Verstappen subiu para a quarta posição e Ricciardo herdou o lugar no pódio. 

A corrida

Na largada, Hamilton pulou na frente e manteve a ponta mesmo cortando a primeira curva. Rosberg se manteve em segundo mesmo com um toque de Verstappen, que jogou o alemão fora da pista após a primeira curva.

Mais atrás, um toque entre Gutierrez, Ericsson e Wehrlein tirou o alemão da prova. Pelo acidente, o Safety Car veio à pista. Na volta, Hamilton liderava na frente de Rosberg, Verstappen, Hulkenberg e Raikkonen.

Saindo de pneus supermacios, Verstappen parou na volta 12. Antes dele, Ricciardo havia parado durante o Safety Car. O australiano acabou ficando à frente do holandês depois dos pit stops.

Na volta 18, Lewis Hamilton parou nos boxes. Rosberg foi para os pits na volta 21 e acabou ficando no segundo lugar. Mais rápido, Verstappen passou por Ricciardo após ordem da Red Bull. Na volta 32, Sebastian Vettel parou e finalmente deu a liderança de volta a Hamilton. O top-5 era Hamilton, Rosberg, Verstappen, Ricciardo e Raikkonen.

Pouco houve na corrida a partir deste momento. Kimi Raikkonen parou na volta 46 e retornou em sétimo. Ricciardo também foi para os pits, e retornou em quinto. Enquanto isso, Max Verstappen tentou um ataque em Nico Rosberg após o alemão ser segurado por Daniil Kvyat. O holandês tentou mergulhar em Nico, mas perdeu o ponto de freada e levou o troco.

Verstappen acabou sendo atacado por Vettel no final. O piloto da Ferrari reclamou após a Red Bull cortar a primeira curva. Max foi punido ao fim do GP e caiu de terceiro para quinto.

A próxima etapa da Fórmula 1 acontece no Brasil, no dia 13 de novembro.

Resultado

Pos.PilotoChassiMotorDif.
1  Lewis Hamilton  Mercedes Mercedes 1:40'31.402
2  Nico Rosberg  Mercedes Mercedes 8.354
3  Sebastian Vettel  Ferrari Ferrari 17.313
4  Daniel Ricciardo  Red Bull TAG 20.858
5  Max Verstappen  Red Bull TAG 21.323
6  Kimi Raikkonen  Ferrari Ferrari 49.376
7  Nico Hulkenberg  Force India Mercedes 58.891
8  Valtteri Bottas  Williams Mercedes 1'05.612
9  Felipe Massa  Williams Mercedes 1'16.206
10  Sergio Perez  Force India Mercedes 1'16.798
11  Marcus Ericsson  Sauber Ferrari 1 vt
12  Jenson Button  McLaren Honda 1 vt
13  Fernando Alonso  McLaren Honda 1 vt
14  Jolyon Palmer  Renault Renault 1 vt
15  Felipe Nasr  Sauber Ferrari 1 vt
16  Carlos Sainz Jr.  Toro Rosso Ferrari 1 vt
17  Kevin Magnussen  Renault Renault 1 vt
18  Daniil Kvyat  Toro Rosso Ferrari 1 vt
19  Esteban Gutierrez  Haas Ferrari 1 vt
20  Romain Grosjean  Haas Ferrari 1 vt
21  Esteban Ocon  Manor Mercedes 2 vts
   Pascal Wehrlein  Manor Mercedes  
compartilhar
comentários
Magnussen recebe oferta para substituir Gutierrez na Haas
Artigo anterior

Magnussen recebe oferta para substituir Gutierrez na Haas

Próximo artigo

Em decisão incomum na F1, Verstappen perde pódio para Vettel

Em decisão incomum na F1, Verstappen perde pódio para Vettel
Carregar comentários