Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

História e números mostram que Brasil e Argentina se assemelham na Fórmula 1

compartilhar
comentários
História e números mostram que Brasil e Argentina se assemelham na Fórmula 1
Por:
2 de jul de 2019 14:39

Antes do clássico desta terça-feira pela Copa América, números mostram que argentinos não estão longe dos brasileiros na principal categoria do automobilismo

Esta terça-feira promete para os fãs de futebol, que assistirão com muita expectativa um dos maiores clássicos entre seleções do futebol mundial, se não o maior. Brasil e Argentina se enfrentam no Mineirão, em Belo Horizonte, em partida válida pelas semifinais da Copa América.

A rivalidade entre os dois países no futebol é sempre ressaltada pela mídia especializada, principalmente pelos embates mais rotineiros entre clubes na Libertadores da América.

Leia também:

Mas a história dos dois países se assemelha também quando o assunto é Fórmula 1, apesar de nossos 'hermanos' não receberem uma corrida da categoria desde 1998. E o último piloto argentino a competir na categoria foi Gastón Mazzacane, em 2001. Veja essa e outras curiosidades:

Galeria
Lista

A F1 começou a incluir a Argentina no calendário em 1953, em Buenos Aires. Desde então, alguns hiatos aconteceram nos anos 1960, no ano de 1976, de 1982 a 1994 e desde 1999.

A F1 começou a incluir a Argentina no calendário em 1953, em Buenos Aires. Desde então, alguns hiatos aconteceram nos anos 1960, no ano de 1976, de 1982 a 1994 e desde 1999.
1/16

Foto de: LAT Images

A última vez que o GP da Argentina foi realizado, foi em 1998, com vitória de Michael Schumacher.

A última vez que o GP da Argentina foi realizado, foi em 1998, com vitória de Michael Schumacher.
2/16

Foto de: LAT Images

Juan Manuel Fangio é o recordista de vitórias, com 4 triunfos.

Juan Manuel Fangio é o recordista de vitórias, com 4 triunfos.
3/16

Foto de: LAT Images

Mas o Brasil conseguiu fazer a festa em nosso país vizinho em três oportunidades: com Emerson Fittipaldi em 1973 e 1975.

Mas o Brasil conseguiu fazer a festa em nosso país vizinho em três oportunidades: com Emerson Fittipaldi em 1973 e 1975.
4/16

Foto de: LAT Images

E Nelson Piquet em 1981.

E Nelson Piquet em 1981.
5/16

Foto de: LAT Images

O Brasil recebe a F1 desde 1972 de maneira ininterrupta até hoje. O atual contrato com a categoria vai até 2020.

O Brasil recebe a F1 desde 1972 de maneira ininterrupta até hoje. O atual contrato com a categoria vai até 2020.
6/16

Foto de: David Phipps

Apesar disso, Carlos Reutemann sempre esteve presente em momentos marcantes da prova brasileira. Primeiro, ao vencer o GP quando ainda não valia pelo mundial, em 1972.

Apesar disso, Carlos Reutemann sempre esteve presente em momentos marcantes da prova brasileira. Primeiro, ao vencer o GP quando ainda não valia pelo mundial, em 1972.
7/16

Foto de: LAT Images

Antes de ter uma sequência em Jacarepaguá, o circuito carioca recebeu a F1 em 1978, com vitória do argentino.

Antes de ter uma sequência em Jacarepaguá, o circuito carioca recebeu a F1 em 1978, com vitória do argentino.
8/16

Foto de: LAT Images

Quando Jacarepaguá iniciou sequência de corridas da F1, em 1981, lá estava Reutemann de novo.

Quando Jacarepaguá iniciou sequência de corridas da F1, em 1981, lá estava Reutemann de novo.
9/16

Foto de: David Phipps

Quando o assunto são pilotos, os argentinos mostraram força logo nos primeiros anos de F1, com Juan Manuel Fangio se tornando pentacampeão nos anos 1950 (1951-54-55-56-57).

Quando o assunto são pilotos, os argentinos mostraram força logo nos primeiros anos de F1, com Juan Manuel Fangio se tornando pentacampeão nos anos 1950 (1951-54-55-56-57).
10/16

Foto de: LAT Images

De lá para cá, nenhum outro piloto chegou a conquistar novo título, mas Reutemann foi ao lugar mais alto do pódio em 12 vezes.

De lá para cá, nenhum outro piloto chegou a conquistar novo título, mas Reutemann foi ao lugar mais alto do pódio em 12 vezes.
11/16

Foto de: LAT Images

Outro piloto vencedor de corridas foi José Froilán González, com duas vitórias, nos GPs da Grã-Bretanha de 1951 e 1954.

Outro piloto vencedor de corridas foi José Froilán González, com duas vitórias, nos GPs da Grã-Bretanha de 1951 e 1954.
12/16

Foto de: LAT Images

Ao todo, 25 pilotos argentinos estiveram na F1. O último foi Gastón Mazzacane, que fez sua última corrida no GP de San Marino de 2001.

Ao todo, 25 pilotos argentinos estiveram na F1. O último foi Gastón Mazzacane, que fez sua última corrida no GP de San Marino de 2001.
13/16

Foto de: Prost Grand Prix

O Brasil já teve, ao todo, 31 pilotos na F1. Detalhe: em 2001, último ano de um ‘hermano’ na categoria, tínhamos 24.

O Brasil já teve, ao todo, 31 pilotos na F1. Detalhe: em 2001, último ano de um ‘hermano’ na categoria, tínhamos 24.
14/16

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Foram até agora 101 vitórias brasileiras na F1, a última foi de Rubens Barrichello em Monza, em 2009.

Foram até agora 101 vitórias brasileiras na F1, a última foi de Rubens Barrichello em Monza, em 2009.
15/16

Foto de: XPB Images

Se a Argentina é penta, o Brasil é octa. Com dois títulos de Emerson Fittipaldi, três de Nelson Piquet e três de Ayrton Senna. O último, há 28 anos.

Se a Argentina é penta, o Brasil é octa. Com dois títulos de Emerson Fittipaldi, três de Nelson Piquet e três de Ayrton Senna. O último, há 28 anos.
16/16

Foto de: LAT Images

Próximo artigo
Veja as evoluções técnicas da Ferrari nos últimos GPs da Fórmula 1

Artigo anterior

Veja as evoluções técnicas da Ferrari nos últimos GPs da Fórmula 1

Próximo artigo

Vitória no momento certo pode ser crucial para Honda ficar na F1

Vitória no momento certo pode ser crucial para Honda ficar na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Erick Gabriel