Fórmula 1
06 mai
Próximo evento em
63 dias
20 mai
Próximo evento em
77 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
91 dias
10 jun
Próximo evento em
98 dias
24 jun
Próximo evento em
112 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
119 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
133 dias
29 jul
Próximo evento em
147 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
175 dias
02 set
Próximo evento em
182 dias
09 set
Próximo evento em
189 dias
23 set
Próximo evento em
203 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
210 dias
07 out
Próximo evento em
217 dias
21 out
Próximo evento em
231 dias
28 out
Próximo evento em
238 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
274 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
283 dias

Honda mira título com Red Bull em último ano na F1

A montadora japonesa confirmou que terá um novo motor para a Red Bull e a AlphaTauri com a expectativa de melhorar performance e confiabilidade

compartilhar
comentários
Honda mira título com Red Bull em último ano na F1

A notícia da saída da Honda ao final de 2021 chegou para estragar um bom momento que a Fórmula 1 vivia no meio do ano passado, com o fim da novela do Pacto de Concórdia e uma temporada que saía do papel apesar de diversas preocupações. Mas, mesmo de saída anunciada, a montadora japonesa quer encerrar sua quarta passagem pela F1 com chave de ouro, conquistando o Mundial que tanto sonha.

A Honda confirmou a saída em outubro do ano passado, justificando a ação por conta da necessidade de "redirecionar seus recursos para a pesquisa e desenvolvimento de futuras unidades de potência e tecnologias de energia, particularmente hidrogênio e baterias elétricas".

Leia também:

No entanto, a empresa não vai relaxar em sua parceria com a Red Bull em seu ano final. A Honda já confirmou que virá para 2021 com um motor novo e um objetivo na cabeça.

"Estamos desenvolvendo uma nova unidade de potência [...] não apenas para melhorar desempenho mas também a confiabilidade. Sabemos que nossa posição [no final de 2020] era atrás da Mercedes e as rivais não vão dormir na pré-temporada", disse Toyuharu Tanabe, diretor técnico da Honda.

"Temos um espaço de tempo menor nesse ano, mas todos os envolvidos com o programa estão fazendo o possível para ganhar corridas e o campeonato também. Não é fácil dizer que vamos vencer mas, por outro lado, adoraríamos ganhar mais corridas e sermos um desafiante para o campeonato. Por isso, seguiremos trabalhando no motor".

A Honda conquistou três vitórias em 2020, sendo duas com Max Verstappen e a Red Bull, nos GPs dos 70 Anos e Abu Dhabi, e com Pierre Gasly e a AlphaTauri na Itália: "Os resultados gerais foram fortes para a Honda", disse Tanabe".

"Outro ponto positivo que aprendemos com as temporada anteriores foi a melhora da confiabilidade. Por isso nos mantivemos no limite do uso das unidades de potência por piloto, sem tomarmos punições por trocas. Em 2021, a Honda sai da Fórmula 1, mas nosso objetivo segue o mesmo: vencer o Mundial. Com as nossas parceiras, trabalharemos para buscar mais desempenho e voltar ainda mais forte".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Quais pilotos da F1 tiveram os maiores salários de 2020 e os que ganharam ‘mixaria’

PODCAST: Top-3: as corridas mais marcantes da história da F1 em nossas memórias

 

Williams mantém Nissany como piloto de testes para 2021

Artigo anterior

Williams mantém Nissany como piloto de testes para 2021

Próximo artigo

Chefe da AlphaTauri diz que Covid-19 "abriu os olhos" das equipes para modelo financeiro insustentável da F1

Chefe da AlphaTauri diz que Covid-19 "abriu os olhos" das equipes para modelo financeiro insustentável da F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Autor Fabien Gaillard