Honda nega que motor de 2016 tenha 220 cv a mais

Fornecedora de unidades motrizes da McLaren fala em melhora mas esfria ânimos da imprensa espanhola

Honda nega que motor de 2016 tenha 220 cv a mais
Jenson Button, McLaren MP4-30
Fernando Alonso, McLaren Honda
Jenson Button, McLaren MP4-30
Jenson Button, McLaren MP4-30
Fernando Alonso, McLaren MP4-30
Carregar reprodutor de áudio

Segundo o veículo espanhol AS, a Honda estaria preparando uma unidade de potência para a temporada de 2016 da Fórmula 1 com cerca de 220 cv a mais que a do ano passado, que possuía muitos problemas de confiabilidade e eficiência.

A fábrica, que trabalhou sem parar durante o fim de 2015 e o início de 2016 após o fracasso do ano passado, espera dar à McLaren um motor melhor, mas negou oficialmente nesta segunda-feira (25) que os avanços tenham sido tão grandes.

"Os recentes relatos da mídia têm sugerido um aumento maciço na potência para a McLaren-Honda em 2016”, disse a fábrica.

“Esta informação é infundada e especulativa, por isso pedimos aos fãs e a mídia de tratá-la como tal."

Para este ano, a fábrica mudou alguns pontos da unidade RA 615H. Sobretudo na liberação de energia do ERS, um dos grandes problemas de 2015 já que o MGU-K e MGU-H jamais foram capazes de recarregar por completo a bateria da unidade.

Além disso, o motor a combustão também sofreu com problemas de eficiência.

compartilhar
comentários
Pilotos querem pneus mais duráveis para F1 em 2017
Artigo anterior

Pilotos querem pneus mais duráveis para F1 em 2017

Próximo artigo

Ricciardo lidera 1º dia de teste da F1 com pneus de chuva

Ricciardo lidera 1º dia de teste da F1 com pneus de chuva
Carregar comentários