Hulkenberg: “O que Kubica fez em teste é bem impressionante”

Piloto titular da Renault ressalta feito do polonês em registrar mais de 140 voltas em sua primeira experiência com um carro de 2017

Hulkenberg: “O que Kubica fez em teste é bem impressionante”
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Robert Kubica, Renault Sport F1 Team RS17
Robert Kubica, Renault Sport F1 Team RS17
Robert Kubica, Renault Sport F1 Team
Carregar reprodutor de áudio

Nico Hulkenberg disse ter ficado impressionado com o fato de Robert Kubica ter completado mais de 140 voltas em seu primeiro teste a bordo do Renault R.S.17, em Hungaroring, na semana passada.

Anteriormente, Kubica testou o modelo Lotus E20, de 2012, em Valência e Paul Ricard, e guiou o carro de 2017 no segundo e último dia de testes na Hungria.

O polonês, de 32 anos, registrou 142 voltas, com o tempo de 1min18s572, o que o deixou na quarta colocação do dia.

“Para ser honesto, não tenho muita informação. Eu não estava lá. Tive algumas informações e, obviamente, vi o tempo de volta. Acho que, para ele, foi um ótimo retorno”, disse Hulkenberg ao Motorsport.com, durante evento realizado na Holanda.

“Depois de um grave acidente e das lesões, o fato de poder retornar e guiar um carro moderno de F1 por 140 voltas é bem impressionante.”

“Especialmente em uma pista como Budapeste, que é muito exigente fisicamente. Então, tenho respeito por isso. E acho que a performance também pareceu estar boa.”

“Não tenho certeza do que vai acontecer, do que a Renault quer fazer, mas acho que o teste foi OK.”

Atualmente, o parceiro de Hulkenberg na Renault é Jolyon Palmer, que ainda não marcou pontos na temporada – o alemão, por sua vez, já anotou 26.

compartilhar
comentários
Diretor da Williams: com carro certo, Massa pode ser campeão
Artigo anterior

Diretor da Williams: com carro certo, Massa pode ser campeão

Próximo artigo

Prost descarta retorno de motores V10 ou V8 à F1

Prost descarta retorno de motores V10 ou V8 à F1
Carregar comentários