Jordan acredita que Vettel pode ajudar a trazer à tona o campeão que há em Stroll

O ex-dono de equipe na F1 defende que o canadense tem um grande talento e velocidade para ser campeão

Jordan acredita que Vettel pode ajudar a trazer à tona o campeão que há em Stroll

Uma das expectativas da diretoria da Aston Martin na Fórmula 1 é que a chegada de Sebastian Vettel na equipe ajude a tornar Lance Stroll um piloto melhor. Mas o ex-dono de equipe na F1 Eddie Jordan vai além: para ele, a chegada do tetracampeão pode fazer com que o piloto canadense traga à tona o campeão que existe dentro dele.

Jordan possui uma ligação histórica com a Aston Martin. Após vender a sua equipe para a Midland em 2005, a estrutura passou a ser Spyker, Force India, Racing Point e, a partir de 2021, passa a carregar o nome da histórica montadora britânica.

Leia também:

Apesar da venda da Jordan, seguiu ligado ao esporte, ocupando atualmente um dos postos de comentarista da Sky Sports F1. E Eddie não deixa de dar suas opiniões sobre o que acontece no esporte, falando agora sobre a parceria Vettel - Stroll. Para o irlandês, o tetracampeão pode ajudar a descobrir uma parte desconhecida até então do canadense.

"Todos perguntávamos se era certo ter Lance ao lado de Seb na equipe", disse Jordan ao The Race. "Agora temos que admitir que não há dúvidas sobre a velocidade de Lance. Vejo ele como um piloto que nem sempre consegue mostrar sua velocidade como deveria fazer".

"Ele tem um talento enorme e a velocidade para ser campeão mundial. Eu realmente acredito nisso. Mas para isso ele precisa ser mais consistente. Quando você assiste a uma corrida, não sabe o que verá de Lance".

"Acredito que a chegada de Vettel pode ajudá-lo com isso. Acho que Vettel pode ajudar a fazer isso florescer nele, assim como foi com Leclerc. Pode ser que tenhamos um Lance Stroll muito diferente neste ano".

Como dito por Jordan, o 2020 de Stroll, apesar de ter sido seu melhor ano na F1, foi repleto de altos e baixos. O canadense subiu ao pódio duas vezes e conquistou sua primeira pole position na carreira. Mas entre seus terceiros lugares em Monza e no Sakhir, teve seu pior momento do ano, conquistando apenas dois pontos em sete corridas, com quatro abandonos e a não-participação no GP de Eifel.

Com isso, Stroll foi apenas o 11º no Mundial de Pilotos, com 75 pontos, contra o quarto lugar de Sergio Pérez, que acumulou 125 pontos ao longo do ano.

"Com certeza ele é veloz. E acredito que, a partir do momento que o piloto encontra sua velocidade, tudo é possível. Acho que ele vai melhorar seu jogo para algo muito forte. Primeiro porque agora está na Aston Martin, mas também porque ele tem algo a provar contra Vettel".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

LECLERC detalha como PILOTOS trabalham componente FUNDAMENTAL em um carro de F1

PODCAST: Chico Serra esclarece rivalidade com Piquet, amizade com Senna e briga com Raul Boesel

 

compartilhar
comentários
Hamilton analisa ida para Mercedes em 2013: "Se tivesse ficado na McLaren, não teria conquistado outro título"

Artigo anterior

Hamilton analisa ida para Mercedes em 2013: "Se tivesse ficado na McLaren, não teria conquistado outro título"

Próximo artigo

Entenda como funciona novo software de segurança da F1

Entenda como funciona novo software de segurança da F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com