Kimi apresenta queixa contra mulher que o acusa de assédio

Segundo jornal, garçonete canadense estaria chantageando piloto da Ferrari por suposto caso ocorrido durante GP do Canadá de 2016

Kimi apresenta queixa contra mulher que o acusa de assédio
Kimi Raikkonen, Ferrari
Kimi Raikkonen, Ferrari
Kimi Raikkonen, Ferrari
Kimi Raikkonen, Ferrari

Kimi Raikkonen apresentou uma queixa à polícia de Montreal, alegando extorsão e perseguição de uma mulher que quer uma indenização por suposta agressão sexual em um bar, em 2016, segundo o jornal canadense City News.

As alegações contra o piloto da Ferrari são detalhadas em um post do blog de Talula Wilde, que não menciona Raikkonen explicitamente.

Ela, que trabalhava como garçonete, o acusa de pegar nos seios e um membro de sua equipe de tocar em seus órgãos genitais.

Um porta-voz da equipe do piloto disse à imprensa canadense que Raikkonen nega tudo e afirma que sequer conhece a mulher.

Nenhuma queixa criminal foi apresentada por ela e o representante do piloto descreveu a quantidade de danos que a mulher está buscando como extremamente alta.

A queixa foi apresentada nesta segunda-feira em nome do piloto finlandês, que está sendo representado por um escritório de advocacia de Montreal.

Ainda segundo a publicação, a polícia da cidade disse que não iria comentar o caso.

compartilhar
comentários
Hamilton acha que mundial de 2018 será “luta a três”
Artigo anterior

Hamilton acha que mundial de 2018 será “luta a três”

Próximo artigo

Miami se prepara para processos de moradores por F1

Miami se prepara para processos de moradores por F1
Carregar comentários