Kimi sobre relação com presidente da Ferrari: Está tudo bem

Finlandês diz que está tudo bem entre ele e Sergio Marchionne, após comentários do dirigente sobre seu desempenho neste início de ano

Kimi sobre relação com presidente da Ferrari: Está tudo bem
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari and Sebastian Vettel, Ferrari
Carregar reprodutor de áudio

Kimi Raikkonen esteve entre os primeiros nos testes de pré-temporada em Barcelona no início do ano, mas até agora não conseguiu ficar à frente de Sebastian Vettel em um treino livre sequer, além de ver o alemão dominando as ações pela Ferrari nas classificações e corridas.

Após o GP da China, quando Kimi chegou 40 segundos atrás de Vettel, o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, disse que queria conversar com o finlandês sobre seu desempenho, mas o campeão de 2007 disse que não havia problemas entre eles.

"Falei com nosso presidente, está tudo bem", disse ele. "Sei de coisas que foram ditas e escritas, li tantas matérias sem sentido nos jornais e na web."

"Confio muito mais no meu relacionamento com a equipe ou com ele. Eu espero de mim um bom resultado... se outras pessoas não estão felizes, tudo bem, não me importo com isso."

As duas últimas renovações de contrato com a Ferrari de Raikkonen foram concluídas para temporadas únicasno ano seguinte. Ele disse que seu futuro a partir de 2018 permanece aberto. 

"Quando se trata do meu futuro, não sei", acrescentou. "Há sempre muitas conversas ao longo dos anos, a primeira coisa é que eu quero fazer as coisas bem."

"Vamos ver o que acontece depois deste ano, definitivamente a primeira coisa em minha mente é fazer o melhor aqui e na próxima corrida. Vamos ver o que o futuro traz, tenho um bom relacionamento com minha equipe e depende de muitas coisas."

Um começo "horrível" atrapalhou a corrida de Raikkonen no Bahrein e, depois de ter mostrado um ritmo encorajador, ele reconhece que precisa se encontrar na classificação.

"Estou mais feliz do que eu estava na primeira corrida. Na última prova foi muito bom e fiquei muito feliz. Na classificação nem tanto, mas a corrida foi boa." 

"Passei Felipe [Massa] no começo e tive boa velocidade e o Safety Car veio em um momento ruim, depois do nosso pitstop."

"Acho que o sentimento também foi muito bom, só precisamos fazer o sábado melhor e usar a nossa velocidade."

compartilhar
comentários
Hamilton e Bottas dizem que não querem ordens da Mercedes
Artigo anterior

Hamilton e Bottas dizem que não querem ordens da Mercedes

Próximo artigo

Escudo divide pilotos sobre melhor tipo de proteção

Escudo divide pilotos sobre melhor tipo de proteção
Carregar comentários