Fórmula 1
20 jun
-
23 jun
Evento encerrado
27 jun
-
30 jun
Evento encerrado
11 jul
-
14 jul
Evento encerrado
25 jul
-
28 jul
Evento encerrado
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
29 ago
-
01 set
Próximo evento em
11 dias
05 set
-
08 set
Próximo evento em
18 dias
R
GP de Singapura
19 set
-
22 set
26 set
-
29 set
Próximo evento em
39 dias
10 out
-
13 out
Próximo evento em
53 dias
24 out
-
27 out
Próximo evento em
67 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
74 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
102 dias

Kubica não se arrepende de voltar à F1: “precisava tentar”

compartilhar
comentários
Kubica não se arrepende de voltar à F1: “precisava tentar”
Por:
20 de mar de 2019 11:44

Polonês diz que seria mais fácil voltar a guiar em eventos de GT3 e no DTM, mas que queria realmente a F1

Robert Kubica falou que não se arrepende de voltar à Fórmula 1, apesar dos problemas competitivos que sua equipe Williams enfrenta.

Mas, apesar de Kubica querer mais do que apenas ser um retardatário na F1, ele pontuou que a satisfação pessoal de ter voltado às corridas após sua contusão e a diversão de guiar um F1 superam os pontos negativos de sua situação atual.

Leia também:

Perguntado pelo Motorsport.com se tinha algum arrependimento, Kubica disse: "não, porque no final eu tomei a decisão depois de pensar por mais de seis semanas no ano passado”.

"Eu sabia que seria um desafio extremamente difícil para mim estar de volta a um esporte tão competitivo e estar no grid, e sabia que poderia ser difícil para a Williams. Mas não esperava vir para a Austrália tão despreparado."

"Isso não é do ponto de vista físico, mas por falta de tempo no carro. Para mim, antes dos testes em Barcelona, seria o dia mais importante dos últimos oito anos como piloto, embora não como pessoa, porque quando estive no hospital eu não conseguia andar.”

"Como piloto, não houve na minha vida dias de testes mais importantes do ponto de vista do piloto como Barcelona. Infelizmente em Barcelona não deu certo. Então, isso me colocou em uma posição difícil, mas de alguma forma eu tenho que passar por isso. Tive na Austrália, terei no Bahrein e provavelmente em mais algumas corridas.”

"Mas eu acho que não posso me arrepender. Mesmo que tenha tido dificuldade na Austrália, ainda gostei, o que é uma grande diferença em comparação a outros tempos. Uma grande diferença.”

"Provavelmente é porque eu sei de onde estou vindo. Não sou um cara emocional, mas no final, depois da corrida para mim pareceu uma grande conquista."

Mesmo correndo pela primeira vez na F1 neste último final de semana, Kubica diz que provavelmente nunca será capaz de silenciar totalmente as questões que o cercaram após a lesão no braço que sofreu em um acidente de rali em 2011.

No entanto, ele acredita que voltou para a F1 porque nunca teria se perdoado se ele tivesse recusado a chance.

"No final, por causa da minha limitação, tenho que mostrar sempre mais do que os outros, porque as pessoas estão colocando sempre dúvidas sobre mim", disse ele.

"A única coisa que posso fazer é tentar fazer o meu trabalho da melhor maneira possível, e tentar deixar todos os GPs com pontos positivos e negativos. Não acredito que possa haver 100% de coisas positivas. Você sempre pode fazer melhor. Mesmo se você estiver vencendo corridas, você sempre pode melhorar.”

"Sabendo como a F1 mudou, acho que sou honesto comigo mesmo para julgar corretamente o que preciso aprender, onde tenho que aprender e onde preciso melhorar.”

"Eu acho que essa abordagem me trouxe de volta para a F1 e, na verdade, para continuar lutando.”

"Caso contrário, para mim teria sido muito mais fácil seis anos atrás aceitar oportunidades que tive no GT3 ou DTM, aproveitar, ter menos estresse, e provavelmente me divertir mais em dirigir, porque provavelmente iria lutar por melhores posições.”

"Mas de alguma forma há uma razão pela qual estou aqui. E pode ser que no final do ano eu me arrependa de algo, mas uma coisa que não vou me arrepender é tentar. Precisava. Muito simples."

Próximo artigo
Leclerc já cobra engenheiros da Ferrari, relata chefe

Artigo anterior

Leclerc já cobra engenheiros da Ferrari, relata chefe

Próximo artigo

Hamilton e Vettel são contra planos de recapear Albert Park

Hamilton e Vettel são contra planos de recapear Albert Park
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Robert Kubica
Equipes Williams
Autor Jonathan Noble
Seja o primeiro a receber as últimas notícias