Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
5 dias

Leclerc explica desobediência à ordem da Ferrari no GP do Bahrein

compartilhar
comentários
Leclerc explica desobediência à ordem da Ferrari no GP do Bahrein
Por:
Co-autor: Roberto Chinchero
11 de abr de 2019 12:30

Novo piloto da equipe lembra que seguiu instrução para ficar atrás de Vettel na Austrália, mas disse que era bem mais rápido em Sakhir

Novo piloto da Ferrari na Fórmula 1, Charles Leclerc explicou a desobediência às ordens de sua equipe para ficar atrás do companheiro Sebastian Vettel no começo do GP do Bahrein. "Eu tive a oportunidade na reta e simplesmente não me vi ficando para trás, então só aproveitei a oportunidade para ultrapassar. Foi bem seguro e deu certo", disse o jovem monegasco, que correu pela Sauber no ano passado após conquistar o título da Fórmula 2 em 2017.

Ele começou a prova na pole position, mas foi ultrapassado pelo tetracampeão e por Valtteri Bottas, da Mercedes, logo na largada. Em seguida, Leclerc ultrapassou o finlandês e foi para o ataque no alemão, que lutava para ter um bom desempenho com sua Ferrari. O monegasco informou a equipe que era mais rápido e logo ultrapassou seu companheiro por fora, apesar de ter recebido a instrução de "ficar lá por duas voltas" algumas curvas antes.

Leia também:

"Acho que, como mostrei na Austrália, o interesse da equipe é extremamente importante. Mas nessa situação em particular tive uma grande vantagem naquele momento da corrida", explicou o piloto.

Chefe da equipe, Mattia Binotto disse na pré-temporada que a Ferrari priorizaria Vettel em certas situações, mas Leclerc foi mais rápido que o alemão durante a maior parte do fim de semana em Sakhir.

Questionado sobre a situação, o tetracampeão disse que não ouviu os rádios da prova barenita e que a atitude do companheiro é compreensível: "Acho que ficou bem claro que ele foi bem mais rápido naquele momento. Eu poderia ter tentado recuperar a posição logo em seguida, mas julguei que nós dois íamos perder mais tempo.

“A corrida era longa e não foi exatamente do jeito que eu gostaria naquele domingo. Então, naquele momento, não se tratava de tentar segurar ou destruir o domingo de Charles”, completou Vettel.

Leclerc disse que seu relacionamento com o alemão "não mudou" após a corrida do Bahrein: "Nós dois queremos vencer um ao outro e isso é normal em todos os times. Você sempre quer bater o seu companheiro de equipe”.

“É muito bom competir, mas trabalhamos juntos quando não estamos na pista, o que é extremamente importante para a equipe e para o desenvolvimento do carro. Então, sim, acho que encontramos o equilíbrio certo, e nada mudou”, disse o monegasco.

Charles Leclerc, Ferrari, 3rd position, on the podium

Charles Leclerc, Ferrari, 3rd position, on the podium

Photo by: Zak Mauger / LAT Images

Próximo artigo
F1, MotoGP, Indy e F-E: veja a agenda do automobilismo na TV brasileira neste fim de semana

Artigo anterior

F1, MotoGP, Indy e F-E: veja a agenda do automobilismo na TV brasileira neste fim de semana

Próximo artigo

Vettel: Hamilton é o "único que não tem memória curta" sobre meus erros

Vettel: Hamilton é o "único que não tem memória curta" sobre meus erros
Carregar comentários