Leme explica contexto de postagem sobre futuro na Globo

Jornalista esclarece post polêmico no Instagram e se diz surpreso com repercussão

Leme explica contexto de postagem sobre futuro na Globo
Reginaldo Leme e Galvão Bueno (Instagram)
Reginaldo Leme
Reginaldo Leme

Nesta quarta-feira de manhã os fãs da F1 no Brasil ficaram surpresos com a postagem de Reginaldo Leme no Instagram, quando indicou que é possível sua saída da Rede Globo em 2018.

Falando com exclusividade ao Motorsport.com, o jornalista fez questão de explicar que a intenção do post não era colocar a emissora na parede, mas sim, de comemorar um trabalho bem feito, se referindo ao quadro no Jornal Nacional.

"A minha participação no Jornal Nacional havia acabado de ir ao ar e tinha ficado muito bacana. E por ter ficado assim, eu fiz a postagem falando como estava feliz e que sentiria falta, caso um dia perdesse isso."

Em seguida, ele explicou os motivos que fazem da participação um de seus maiores xodós.

"Este é um espaço que tenho desde 2007. O William Bonner me ligou quando estava em Indianápolis para criá-lo. Fui de Indianápolis para a redação da Globo em Nova York escrevendo a primeira participação no avião. Desde então, faço isso sempre, é algo que adoro e a edição desta segunda-feira foi uma das melhores."

Vendo a possibilidade de não contar mais com os comentários de Regi a partir de 2018, muitos entraram em contato com o jornalista dentro e fora das redes sociais: "Fiquei surpreso com a repercussão. Várias pessoas me ligaram para falar sobre este assunto."

A renovação de contrato com a Globo é anual e Reginaldo entende que nada mudou após o post do Instagram.

"Não quis mandar recado para a Globo. Eles entenderam que minha postagem não foi uma cobrança, vamos ver como isso vai se resolver nos próximos dias."

Novo programa no SporTV

Ao mesmo tempo, o Motorsport.com Brasil apurou com outras fontes que um dos itens do novo acordo entre Reginaldo Leme e a emissora é a volta de um programa especializado em automobilismo no SporTV.

A nova atração seria um novo modelo de "Linha de Chegada", programa comandado por ele de 2004 a 2014.

 
compartilhar
comentários
Honda: Hungria foi primeiro GP sem receio de confiabilidade

Artigo anterior

Honda: Hungria foi primeiro GP sem receio de confiabilidade

Próximo artigo

Vettel enaltece boa fase da Ferrari: “Estaremos na briga”

Vettel enaltece boa fase da Ferrari: “Estaremos na briga”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1