Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
64 dias
06 mai
Próximo evento em
106 dias
20 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
134 dias
10 jun
Próximo evento em
141 dias
24 jun
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
176 dias
29 jul
Próximo evento em
190 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
218 dias
02 set
Próximo evento em
225 dias
09 set
Próximo evento em
232 dias
23 set
Próximo evento em
246 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
253 dias
07 out
Próximo evento em
260 dias
21 out
Próximo evento em
274 dias
28 out
Próximo evento em
281 dias
05 nov
Próximo evento em
289 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
302 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
317 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
326 dias

Magnussen diz que sentiu "pressão negativa" no início da F1

compartilhar
comentários
Magnussen diz que sentiu "pressão negativa" no início da F1
Por:

Dinamarquês diz Haas ajudou a reconstruir sua confiança em si mesmo

Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Kevin Magnussen, McLaren MP4-29 Mercedes
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17, is attended to by pit crew
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-17

Kevin Magnussen começou sua carreira na F1 com um pódio para a McLaren em sua estreia em 2014, mas em 2015 deu lugar a Fernando Alonso.

Na sequência de um difícil 2016 na Renault, quando somou apenas dois pontos, ele se mudou para Haas em 2017 e disse que este é o momento mais feliz tem na F1 até agora.

"Eu consegui deixar a pressão de ser um piloto de Fórmula 1 um pouco e simplesmente curtir, aproveitar esses carros e aproveitar as corridas", disse Magnussen ao Motorsport.com.

"Ainda estou concentrado e estou trabalhando duro, é apenas mais agradável e com menos pressão negativa.”

"É sempre mais fácil quando você está se divertindo, com certeza.”

"Estou me divertindo aqui, eu gosto de trabalhar com esses caras, e eu gosto da maneira como a equipe está operando e da mentalidade."

Magnussen admitiu que 2017 foi o ano que retomou sua confiança, depois que perdeu lugar na McLaren, que havia o apoiado na última parte de sua carreira nas categorias de base.

"Foi difícil passar um ano fora da Fórmula 1, quando perdi o assento para Fernando na McLaren", disse ele.

"Então, para voltar, encontrar seu caminho de volta e se acostumar com tudo de novo, levou algum tempo.”

"Este ano, eu me senti mais normal e mais em casa, então estou ansioso para o próximo ano e começar a temporada com uma equipe que conheço."

Embora Magnussen tenha passado suas primeiras temporadas na F1 com duas equipes com pedigree vencedor, ele disse que não tinha pressa de deixar a Haas para um time maior.

"Obviamente, se um dia eu tiver uma chance de correr para uma equipe de ponta, eu aceitaria, mas até que isso aconteça, estou feliz aqui."

Relatos adicionais por Rob Watts

Peter Sauber se diz feliz com chegada da Alfa Romeo

Artigo anterior

Peter Sauber se diz feliz com chegada da Alfa Romeo

Próximo artigo

Brawn admite discutir continuidade de treinos de sexta na F1

Brawn admite discutir continuidade de treinos de sexta na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Autor Lawrence Barretto