Massa é desclassificado do GP Brasil

Após constatação de que pneu direito traseiro da Williams estava mais quente do que o permitido, brasileiro fecha fim de semana para esquecer

Massa é desclassificado do GP Brasil
Felipe Massa, Williams FW37
Felipe Massa, Williams with the media
Felipe Massa, Williams FW37

Como se não bastasse o fraco desempenho de sua Williams, o fim de semana de Felipe Massa terminou com a desclassificação do GP Brasil.

Antes da prova foi constatado que os pneus de seu carro estava a 137°C, quando o limite imposto da regra é de 110°C. Lembrando que as equipes não podem superaquecer a borracha antes da largada.

"O pneu direito traseiro do carro #19 não estava em conformidade com a temperatura máxima permitida, de acordo com as especificações do fornecedor oficial", diz o comunicado oficial da FIA.

"A temperatura do pneu direito traseiro foi medida de acordo com a norma TD/029-15. A equipe não estava de acordo com os regulamentos técnicos e esportivos, além das regras do fornecedor oficial"

Com a exclusão, Romain Grosjean subiu para a oitava posição, Max Verstappen para a nona e Pastor Maldonado, para a décima.

Foi a segunda vez que Massa é desclassificado de uma prova da F1 em sua carreira. A primeira foi no Canadá em 2007, quando saiu dos pits sob luz vermelha.

A Williams confirmou que vai apelar.

compartilhar
comentários
Torcida em Interlagos exalta Senna, mas xinga Lula e Dilma

Artigo anterior

Torcida em Interlagos exalta Senna, mas xinga Lula e Dilma

Próximo artigo

Segundo Williams, medição da FIA estava errada

Segundo Williams, medição da FIA estava errada
Carregar comentários