Memória: relembre as oito largadas mais caóticas da história da F1

compartilhar
comentários
Memória: relembre as oito largadas mais caóticas da história da F1
Por:

Em abril de 1979, Gilles Villeneuve causou grande confusão no início do GP dos Estados Unidos Oeste ao perder seu lugar no grid. Veja mais sete casos parecidos com o do canadense

A era moderna da F1 praticamente eliminou potenciais dramas de largada, como era costumeiro de se ver nos anos 1970 e 1980.

Ao completar 41 anos da confusão que envolveu Gilles Villeneuve em Long Beach, no início do GP dos EUA Oeste, relembramos na galeria abaixo outros sete casos emblemáticos, além de caóticos, da F1 quando se trata de largada.

Leia também:

Galeria
Lista

GP dos EUA Oeste de 1979 – Long Beach

GP dos EUA Oeste de 1979 – Long Beach
1/16

Foto de: LAT Images

Em 8 de abril de 1979, 24 carros largaram no GP dos EUA West. Pelo menos esse era o plano. O pole, Gilles Villeneuve, simplesmente esqueceu de parar no ponto designado do grid e passou, aparentemente preocupado em esquentar os pneus de sua Ferrari. O canadense causou muita confusão atrás dele. O quarto colocado Patrick Depailler parou ao lado da Ferrari, gesticulando para Villeneuve.

GP dos EUA Oeste de 1979 – Long Beach

GP dos EUA Oeste de 1979 – Long Beach
2/16

Foto de: Ercole Colombo

Na confusão, o companheiro de equipe de Depailler, Jacques Lafitte, se acidentou. Os pilotos finalmente decidiram voltar para os boxes e aguardar um reinício, com Lafitte autorizado a usar o carro reserva.

GP dos EUA Oeste de 1979 – Long Beach

GP dos EUA Oeste de 1979 – Long Beach
3/16

Foto de: LAT Images

Após conversas acaloradas, Villeneuve foi autorizado a manter sua pole. O canadense venceu pouco menos de duas horas depois de uma corrida cansativa na qual apenas nove carros viram a bandeira quadriculada.

GP da Bélgica de 1981 – Zolder

GP da Bélgica de 1981 – Zolder
4/16

Foto de: LAT Images

O GP da Bélgica de 1981 em Zolder foi atingido por uma tragédia na sexta-feira. Um mecânico foi gravemente ferido durante o treino, depois de tropeçar e ser atropelado por Carlos Reutemann no pitlane. Ele sucumbiria aos ferimentos na segunda-feira após a corrida. O incidente provocou protestos de mecânicos de todas as equipes sobre a falta de segurança no pitlane. Naqueles dias, bem antes da chegada dos limites de velocidade, as pistas viviam superlotadas. Vários pilotos se juntaram ao protesto e desocuparam seus carros no grid de largada, o que provou ser um problema quando os organizadores decidiram iniciar a volta de apresentação de qualquer maneira no horário programado.

GP da Bélgica de 1981 – Zolder

GP da Bélgica de 1981 – Zolder
5/16

Foto de: LAT Images

Com vários carros presos no grid, o segundo colocado, Nelson Piquet causou mais um atraso ao repetir o erro de Villeneuve em Long Beach e errar seu ponto no grid. Por causa da longa espera, vários carros lutaram com o superaquecimento dos motores. Riccardo Patrese gesticulou descontroladamente no grid, pedindo ajuda. Seu mecânico Dave Luckett pulou para ajudá-lo, achando que haveria nova volta de apresentação. Mas os organizadores começaram a corrida assim que Piquet assumiu o seu lugar no grid, com Luckett ainda cuidando da Arrows.

GP da Bélgica de 1981 – Zolder

GP da Bélgica de 1981 – Zolder
6/16

Foto de: LAT Images

Vários carros conseguiram evitar ações, mas o mecânico foi atingido por Siegfried Stohr. Luckett quebrou uma perna no incidente, mas se recuperou completamente. Os eventos na Zolder acionaram melhorias de segurança no procedimento de largada. Mecânicos não eram mais permitidos no grid 15 segundos antes do início da corrida.

GP dos EUA Oeste de 1982 – Long Beach

GP dos EUA Oeste de 1982 – Long Beach
7/16

Foto de: LAT Images

Long Beach foi palco de outro acidente no grid de largada em 1982. Chegando ao grid, o piloto da Lotus, Elio de Angelis, parou no lugar errado. Percebendo seu erro, De Angelis colocou o carro em marcha à ré e recuou no companheiro de equipe, Nigel Mansell. Mansell também de ré para tentar evitar mais danos. De repente, a luz verde acendeu, dando ao britânico a duvidosa honra de iniciar uma corrida indo para trás.

GP da Áustria de 1984

GP da Áustria de 1984
8/16

Foto de: Sutton Motorsport Images

Em um ano em que a McLaren foi dominante com seus motores turbo TAG Porsche, Niki Lauda deu um passo importante em direção ao seu terceiro título mundial depois de vencer seu GP de casa. A 400ª corrida da história da F1 teve um começo caótico, no entanto.

GP da Áustria de 1984

GP da Áustria de 1984
9/16

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Devido a um problema nas luzes de largada, que passaram de vermelho para verde e de volta para vermelho, o terceiro colocado, Elio de Angelis, hesitou em seguir em frente, segurando Patrick Tambay e Teo Fabi atrás dele. Não houve hesitação do outro lado do grid, com Ayrton Senna saltando de 10º para a quarta colocação com sua Toleman. A bandeira vermelha surgiu e foi decidido fazer todo o procedimento de largada novamente, após nova volta de apresentação.

GP da Áustria de 1987

GP da Áustria de 1987
10/16

Foto de: Sutton Motorsport Images

Enquanto o GP da Áustria de 1984 teve duas tentativas de início de prova, a edição de 1987 da corrida contou com três. Um acidente de Martin Brundle causou acumulo de vários carros no início original e trouxe a bandeira vermelha. O reinício, no entanto, foi sem dúvida ainda pior. Nigel Mansell saiu da linha lentamente em sua Williams, que sofria de problemas de embreagem, e provocou um caos atrás dele. Cerca de doze carros estavam envolvidos no tumulto que se seguiu, incluindo Riccardo Patrese, Eddie Cheever, Stefan Johansson e Ivan Capelli.

GP da Áustria de 1987

GP da Áustria de 1987
11/16

Foto de: Motorsport Türkiye

As equipes tiveram a chance de reparar os danos ou preparar carros reservas para uma terceira largada, que se atrasou em duas horas. Philippe Streiff abandonou, pois a Tyrrell estava sem chassi. Vários outros pilotos começaram do pitlane. Brundle, envolvido em ambos incidentes, improvisou sua carenagem e foi desqualificado por isso. Mansell, que teve a sorte de não ser pego na segunda largada, acabou vencendo a corrida por quase um minuto sobre o companheiro de equipe da Williams, Piquet.

GP de Portugal de 1988

GP de Portugal de 1988
12/16

Foto de: Sutton Motorsport Images

O GP de Portugal de 1988 foi outra corrida que teve três tentativas para começar. A primeira foi adiada quando Andrea de Cesaris ficou parado no grid. Derek Warwick parou na segunda largada e foi atingido por De Cesaris, Luis Perez-Sala e Satoru Nakajima. A terceira tentativa provou ser a correta.

GP do Brasil de 2001

GP do Brasil de 2001
13/16

Foto de: LAT Images

Com o advento do safety car, a bandeira vermelha no grid com algum piloto tendo problemas antes da largada se tornou coisa do passado. Um dos exemplos mais famosos é o de Mika Hakkinen no GP do Brasil em 2001. Hakkinen agitou os braços freneticamente no grid de largada quando sua McLaren se desligou.

GP do Brasil de 2001

GP do Brasil de 2001
14/16

Foto de: LAT Images

Felizmente, seus concorrentes conseguiram evitar o finlandês com segurança. Após uma breve intervenção no safety car, o reinício aconteceu normalmente.

GP da Itália de 2015

GP da Itália de 2015
15/16

Foto de: Autodromo Nazionale Monza / Actualfoto / Alessio Morgese

Graças aos desenvolvimentos tecnológicos e outras melhorias de confiabilidade, os problemas nas largadas se tornaram raríssimos. Um dos exemplos mais recentes foi o susto de Kimi Raikkonen no início do GP da Itália de 2015. Raikkonen havia garantido uma largada na primeira fila, mas o carro do finlandês entrou em pane no início. Raikkonen conseguiu largar, mas foi superado por todo o grid.

GP da Itália de 2015

GP da Itália de 2015
16/16

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

A prova foi marcada por ser o último pódio brasileiro na F1, com Felipe Massa.

VÍDEO: Barrichello relembra em detalhes o dia em que Senna socou Irvine na F1

GP da Holanda classifica como “impensável” corrida de F1 sem público

Artigo anterior

GP da Holanda classifica como “impensável” corrida de F1 sem público

Próximo artigo

Relembre pilotos da F1 que chegaram em primeiro, mas não venceram

Relembre pilotos da F1 que chegaram em primeiro, mas não venceram
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Filip Cleeren