Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
65 dias
06 mai
Próximo evento em
107 dias
20 mai
Próximo evento em
121 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
135 dias
10 jun
Próximo evento em
142 dias
24 jun
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
163 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
177 dias
29 jul
Próximo evento em
191 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
219 dias
02 set
Próximo evento em
226 dias
09 set
Próximo evento em
233 dias
23 set
Próximo evento em
247 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
254 dias
07 out
Próximo evento em
261 dias
21 out
Próximo evento em
275 dias
28 out
Próximo evento em
282 dias
05 nov
Próximo evento em
290 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
303 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
318 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
327 dias

Mercedes revela motivo de falha em motor da Racing Point no GP do Canadá

compartilhar
comentários
Mercedes revela motivo de falha em motor da Racing Point no GP do Canadá
Por:

Fabricante alemã declarou que um pequeno defeito deu origem a uma série de problemas e que tomou medidas para evitar novos imprevistos

A Mercedes revelou que a falha no motor da Racing Point de Lance Stroll no GP do Canadá foi resultado de uma vela de ignição defeituosa e que foram tomadas medidas para evitar que o problema se repita. 

Leia também:

Todos os seis carros equipados pela Mercedes passaram a usar a segunda versão das unidades de potência da marca no fim de semana em Montreal. Entretanto, Stroll sofreu uma severa falha no motor de sua RP19 na terceira sessão de treinos, levando a preocupações sobre os carros das três equipes (Mercedes, Racing Point e William). No entanto, não houve mais problemas ao longo do fim de semana

“A origem foi um defeito em uma vela de ignição que desencadeou uma cascata de outros problemas, resultando em uma falha no motor”, disse um assessor de imprensa da Mercedes ao Motorsport.com. “Nós vamos ter medidas preventivas para o próximo fim de semana”, completou.

Problemas em velas são raros na F1. Entretanto, Lewis Hamilton abandonou o GP da Austrália de 2014 por um defeito similar, na primeira prova da história da era híbrida. A Mercedes, porem, disse que não há relação entre as duas falhas.

Voltando ao caso do GP do Canadá, Stroll precisou trocar o motor para o modelo da primeira versão para o treino classificatório em Montreal. A unidade já acumulava muitos quilômetros de uso, o que inevitavelmente custou um pouco de performance ao carro do piloto da casa.

Embora um motor reserva da segunda versão estivesse presente no Canadá, a unidade não foi alocada para nenhum dos três times e não havia tempo suficiente para fazer as customizações para usá-lo no carro de Stroll para o treino classificatório. Já no GP da França, que será disputado em Paul Ricard no próximo fim de semana, a Racing Point usará um novo motor no carro do canadense.

Lance Stroll, Racing Point, pits his helmet on

Lance Stroll, Racing Point, pits his helmet on

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

Entenda argumentos da Ferrari no pedido de revisão da punição a Vettel no Canadá

Artigo anterior

Entenda argumentos da Ferrari no pedido de revisão da punição a Vettel no Canadá

Próximo artigo

Ferrari do penta de Schumacher será leiloada no GP de Abu Dhabi

Ferrari do penta de Schumacher será leiloada no GP de Abu Dhabi
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes , Racing Point
Autor Adam Cooper