'Mercedes rosa': Racing Point explica como fez o novo carro de 2020

Diretor técnico da equipe, Andy Green pondera que o grande diferencial deste ano foi o dinheiro

'Mercedes rosa': Racing Point explica como fez o novo carro de 2020

Chamada de ‘Mercedes rosa’ por causa de seu bom desempenho na pré-temporada 2020 da Fórmula 1 e pela semelhança e relação com a montadora alemã, a Racing Point nega ter copiado completamente o carro prata de 2019 para fazer seu modelo deste ano: o RP20.

Segundo a equipe de meio de pelotão, não era possível ‘emular’ o carro alemão antes da temporada 2020, apesar dos laços com a marca germânica, devido aos recursos necessários para abandonar sua abordagem de design anterior.

Leia também:

De todo modo, o RP20 inspirou-se no design da Mercedes do ano passado, e isso foi possível por meio da utilização da suspensão, da caixa de câmbio e do túnel de vento das Flechas de Prata.

Alguns rivais estão descontentes com a mudança, porque acreditam que todas as equipes de F1 devem projetar e construir seus próprios carros. Já a Racing Point crê que só fez o que é permitido nas regras.

O diretor técnico Andrew Green disse que a decisão da equipe de abandonar seu próprio projeto para buscar algo totalmente diferente que foi provado por outra escuderia foi resultado de o time simplesmente ter dinheiro disponível para fazer a alteração.

“Não pudemos seguir esse caminho mais cedo. Nossas mãos estavam atadas financeiramente. Tivemos que transportar uma enorme quantidade de componentes de um ano para o outro”, afirmou.

“Não era possível fazer uma redefinição como fizemos agora. Não tínhamos recursos financeiros, não tínhamos as pessoas e também não tínhamos capacidade. É preciso muita mudança na infraestrutura para poder fazer o que acabamos de fazer”, ponderou.

“Faz sentido financeiramente trabalhar com um fabricante em alguns componentes. Contamos com a caixa de câmbio e o sistema hidráulico da Mercedes desde 2015 e apenas expandimos esse suprimento levemente para este ano”.

GALERIA: Relembre todos os carros da Racing Point/Force India na F1

2008: VJM01
2008: VJM01
1/13

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Pilotos: Adrian Sutil e Giancarlo Fisichella
2009: VJM02
2009: VJM02
2/13

Foto de: XPB Images

Pilotos: Adrian Sutil, Giancarlo Fisichella e Vitantonio Liuzzi
2010: VJM03
2010: VJM03
3/13

Foto de: Hazrin Yeob Men Shah

Pilotos: Adrian Sutil e Vitantonio Liuzzi
2011: VJM04
2011: VJM04
4/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Adrian Sutil e Paul di Resta
2012: VJM05
2012: VJM05
5/13

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

Pilotos: Paul di Resta, Nico Hulkenberg
2013: VJM06
2013: VJM06
6/13

Foto de: Patrik Lundin / Motorsport Images

Pilotos: Paul di Resta e Adrian Sutil
2014: VJM07
2014: VJM07
7/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Nico Hulkenberg
2015: VJM08 / VJM08B
2015: VJM08 / VJM08B
8/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Nico Hulkenberg
2016: VJM09
2016: VJM09
9/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Nico Hulkenberg
2017: VJM10
2017: VJM10
10/13

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Esteban Ocon
2018: VJM11
2018: VJM11
11/13

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Esteban Ocon / Force India entre os GPs da Austrália e Hungria e Racing Point Force India da Bélgica até o final do ano
2019: RP19
2019: RP19
12/13

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Lance Stroll
2020: RP20
2020: RP20
13/13

Foto de: Racing Point

Pilotos: Lance Stroll e Sergio Pérez
compartilhar
comentários
Análise técnica: novidades da McLaren para a temporada 2020 da F1

Artigo anterior

Análise técnica: novidades da McLaren para a temporada 2020 da F1

Próximo artigo

F1: Ferrari nega ter escondido jogo durante a pré-temporada 2020

F1: Ferrari nega ter escondido jogo durante a pré-temporada 2020
Carregar comentários