Mesmo com veto, Catar diz estar próximo de receber GP

Barenitas poderiam impedir nova prova no Oriente Médio, mas gigante do petróleo garante estar perto de acordo

Mesmo com veto, Catar diz estar próximo de receber GP
O Catar está cada vez mais próximo de sediar uma etapa da Fórmula 1. Os árabes já confirmaram o interesse, mas a assinatura de um contrato depende da desistência do Bahrein de usar seu poder de veto sobre a realização de mais uma corrida no Oriente Médio.

[publicidade] Atualmente, duas corridas são realizadas na região: no Bahrein, em abril, e nos Emirados Árabes, em novembro.

Segundo o chefe da federação de automobilismo do Catar e vice-presidente da Federação Internacional de Automobilismo, Nasser bin Khalifa al-Attiyah, o acordo está próximo. “Estamos prestes a assinar o contrato para organizar uma corrida de Fórmula 1”, garantiu à AFP. “Completamos todos os passos e só há alguns detalhes antes da assinatura oficial.”

Ainda não se sabe se a prova seria realizada no circuito que recebe há alguns anos a MotoGP ou se seria construída uma nova pista.
compartilhar
comentários
Com aumento de taxas, Itália pode perder GP a partir de 2017

Artigo anterior

Com aumento de taxas, Itália pode perder GP a partir de 2017

Próximo artigo

Ex-diretor da Minardi pede permanência da Marussia na Fórmula 1

Ex-diretor da Minardi pede permanência da Marussia na Fórmula 1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli