Motor Renault tem problema de "distribuição de potência"

compartilhar
comentários
Motor Renault tem problema de "distribuição de potência"
Por:
24 de fev de 2015 09:42

Chefe da Red Bull admite que franceses ainda estão atrás da Mercedes nesta pré-temporada

A Renault já avisou que sua meta é diminuir pela metade a desvantagem de potência que tinha no final da temporada passada em relação à Mercedes, que seria algo em torno de 60cv. Porém, o chefe da principal cliente dos franceses, a Red Bull, admitiu que este não é o único problema da unidade de potência.

[publicidade] “A potência é maior [do que ano passado]”, afirmou Christian Horner à Auto Motor und Sport, “mas ela não é distribuída igualmente. Ainda há um problema de dirigibilidade.”

As dificuldades do motor Renault foram o principal entrave da equipe, vice-campeã mundial ano passado. Apesar de ter construído um chassi competitivo, o time tinha dificuldades em andar no mesmo ritmo das Mercedes devido à diferença de potência.

A expectativa da equipe, que dominou a Fórmula 1 entre 2010 e 2013, conquistando quatro títulos seguidos, é que mudanças no software ajudem a Renault a corrigir os problemas.

Há pouco tempo para os franceses reagirem: a Fórmula 1 faz mais quatro dias de testes nesta semana antes de ir para a Austrália para o início da temporada, dia 15 de março.
Próximo artigo
Massa abrirá último teste da Williams, na quinta-feira

Artigo anterior

Massa abrirá último teste da Williams, na quinta-feira

Próximo artigo

Única mulher da F-1 critica regra que a tira da categoria

Única mulher da F-1 critica regra que a tira da categoria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Seja o primeiro a receber as últimas notícias