"Não espero milagres", afirma presidente da Ferrari

Time italiano liderou primeiros testes de pré-temporada, mas Marchionne mantém os pés no chão

"Não espero milagres", afirma presidente da Ferrari
Mesmo depois que Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel lideraram três dos quatro primeiros dias de testes da pré-temporada da Fórmula 1, o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne mantém os pés no chão.

[publicidade] Lembrando que a Ferrari foi apenas quarta colocada no mundial do ano passado e não venceu nenhuma prova pela primeira vez desde 1993, em uma temporada totalmente dominada pelas Mercedes, o italiano disse não esperar milagres, apesar de confiar no trabalho de seu time.

“Fiquei encorajado com a performance do carro novo, ainda que seja diferente fazer uma volta rápida e fazer toda uma corrida de maneira veloz”, disse Marchionne. “Tenho muita confiança no trabalho dos meninos. Estou orgulhoso de seu trabalho”, salientou.

“Agora veremos quando o campeonato começar na Austrália [dia 15 de março]. Não espero nenhum milagre, mas é importante ver progresso. No teste de Barcelona espero a prova definitiva do que fizemos até agora”, afirmou, referindo-se aos treinos que começam dia 19 de fevereiro.

Marchionne é uma das caras novas no comando da Ferrari, tendo substituído Luca di Montezemolo em setembro do ano passado. A equipe também tem um novo chefe, Maurizio Arrivabenne, além de novos diretores técnico e de motores em relação ao time que iniciou a temporada passada.
compartilhar
comentários
Companheiro diz que Massa se adaptou melhor ao carro da Williams

Artigo anterior

Companheiro diz que Massa se adaptou melhor ao carro da Williams

Próximo artigo

Alonso confia em "abordagem científica" da Honda e fala em título

Alonso confia em "abordagem científica" da Honda e fala em título
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli