“Não pagaria um centavo por uma sogra", diz Ecclestone

Chefão da F1 revela que sequestradores ameaçaram a família, nega que tenha pago algo pela libertação da mãe de sua esposa e ainda brinca com a situação

“Não pagaria um centavo por uma sogra", diz Ecclestone
Bernie Ecclestone
Bernie Ecclestone
Bernie Ecclestone

Em entrevista ao diário britânico The Sunday Times,  o chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, garantiu que não teve de pagar nenhum resgate por conta do sequestro de Aparecida Schunk Flosi, mãe de sua esposa, a brasileira Fabiana Flosi.

A sogra brasileira de Ecclestone, de 67 anos, foi libertada pela polícia brasileira na última segunda-feira, após passar vários dias em poder dos sequestradores. Três suspeitos foram presos, entre eles um piloto de helicóptero que prestou serviços a Bernie nos GPs do Brasil. Após a liberação, surgiram especulações de que o resgate - ou parte dele - poderia ter sido pago, algo que Bernie negou com o habitual humor britânico. 

"Nunca tive intenção de pagar. Todos os meus amigos sabem que não pagaria um centavo por uma sogra", disse Ecclestone, 85 anos, ao The Sunday Times.

Ele também revelou que a família recebeu ameças de que se o resgate não fosse pago os criminosos cortariam e enviariam a cabeça da sequestrada em uma cesta. Para impressionar, enviaram também um vídeo de uma mulher sendo decapitada.  

compartilhar
comentários
Hakkinen: "Eu estava errado ao criticar Verstappen"
Artigo anterior

Hakkinen: "Eu estava errado ao criticar Verstappen"

Próximo artigo

Kimi Raikkonen se casa em Abadia na Toscana

Kimi Raikkonen se casa em Abadia na Toscana
Carregar comentários