Nasr confia que ponto forte da Sauber o ajudará em Montreal

Apesar de fazer a primeira visita à pista canadense, brasileiro vê pontos fortes de seu carro ajudando rendimento

Nasr confia que ponto forte da Sauber o ajudará em Montreal
Felipe Nasr, Sauber F1 Team
Marcus Ericsson, Sauber C34
Marcus Ericsson, Sauber F1 Team
Felipe Nasr, Sauber C34

Depois de pontuar em três das primeiras seis provas, Felipe Nasr acredita na boa performance de seu carro no GP do Canadá, a ser realizado no final desta semana. O brasiliense jamais esteve lá, mas acredita que irá conseguir um bom resultado em Montreal graças aos pontos fortes de seu carro, que são destacados pela natureza do circuito.

"Vai ser a minha primeira vez dirigindo em Montreal. É um circuito desafiador, porque há algumas chicanes complicadas, mas eu acho que vou gostar de dirigir lá”, disse Felipe.

“Para me preparar bem, vou assistir a vídeos onboard. Estou confiante de que as muitas retas longas podem ser um benefício para nós, porque temos uma velocidade de reta competitiva. A pista também exige boa estabilidade de frenagem e tração".

O sueco Marcus Ericsson também destacou as características da pista.

"Estou ansioso para o GP do Canadá. Gosto da pista, é uma combinação de um circuito de rua e permanente”, iniciou Ericsson.

“É uma corrida tradicional, com muita história. Montreal é um dos circuitos que mais deve se adaptar ao nosso carro, principalmente por causa das longas retas. Como temos uma elevada velocidade máxima, pode ser positivo para nós. Além da potência do motor, a estabilidade de frenagem e uma boa mudança de direção será importante. As retas longas também fazem as ultrapassagens serem mais fáceis nesta pista. Devido às características de pista, eu acho que o nosso desempenho deve ser mais forte em Montreal. "

compartilhar
comentários
Grosjean não se preocupa com má fase dos últimos anos
Artigo anterior

Grosjean não se preocupa com má fase dos últimos anos

Próximo artigo

Pontos fizeram a McLaren trabalhar mais, afirma Button

Pontos fizeram a McLaren trabalhar mais, afirma Button
Carregar comentários