Nasr espera usar raízes árabes a seu favor no Bahrein

Após início ruim na Austrália, piloto da Sauber espera se utilizar de pista barenita para chegar ao top-10

Nasr espera usar raízes árabes a seu favor no Bahrein
Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber
Felipe Nasr, Sauber C35
Marcus Ericsson, Sauber C35 leads team mate Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber C35
Felipe Nasr, Sauber C35

Mesmo tendo dito abertamente que não espera grandes melhoras do C35 da Sauber a curto prazo, Felipe Nasr desembarca no Bahrein focado em tentar fazer uma corrida melhor do que a que lhe deu apenas o 15º lugar na Austrália.

Ele espera usar as raízes árabes para se dar bem em Sakhir.

"O GP do Bahrain é um fim de semana especial para mim. Tendo raízes libanesas do meu avô, sempre gostei de estar no Oriente Médio”, iniciou.

“Para mim, como piloto é bom não só ter um apoio enorme do Brasil, mas também de onde estamos. A pista em si é muito divertida de guiar e correr à noite torna o evento ainda mais especial."

Gostando de correr à noite, Marcus Ericsson também espera bastante da corrida no Bahrein.

"O GP do Bahrein é a primeira corrida noturna da temporada. Eu particularmente gosto do ambiente sob as luzes artificiais, que é legal na TV.”

“Eu conheço a pista bem das minhas duas temporadas anteriores na Fórmula 1, mas também da GP2. No ano passado eu tive um bom desempenho em uma corrida forte. Eu ia pontuar, mas acabei tendo problemas.”

compartilhar
comentários
Chefe da Williams vê equipes com influência exagerada na F1

Artigo anterior

Chefe da Williams vê equipes com influência exagerada na F1

Próximo artigo

Análise: F1 busca "limites de fantasia" nos discos de freio

Análise: F1 busca "limites de fantasia" nos discos de freio
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Felipe Nasr