Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Novo patrocinador da Haas: queremos brigar com Red Bull “dentro e fora da pista”

compartilhar
comentários
Novo patrocinador da Haas: queremos brigar com Red Bull “dentro e fora da pista”
Por:
7 de fev de 2019 12:00

Chefe da Rich Energy diz que críticos e pessoas que duvidavam de sua empresa faziam teorias conspiratórias sem informação

A Haas apresentou seu carro para a temporada de 2019 nesta quinta-feira, com uma novíssima pintura preta e dourada devido a seu novo patrocinador de bebidas energéticas, a Rich Energy. A marca estava ligada à compra da Force India no início do ano passado e depois novamente no verão, mas as conversas foram reprimidas pela equipe nas duas vezes.

A empresa apresentou uma proposta para comprar a Force India quando o time caiu em administração, mas um juiz considerou seu plano de financiamento insubstancial.

No entanto, em outubro, a Rich Energy assinou um contrato de patrocínio com a Haas, e o jornal dinamarquês BT informou no mês passado que o chefe da equipe, Gunther Steiner, disse que um pagamento do anúncio nos carros já havia sido feito.

Abordando críticas sobre a credibilidade da empresa e comentários sobre as raras aparições de seus produtos, o CEO da Rich Energy, William Storey, disse ao Motorsport.com que ele recebeu críticas e “os detratores obviamente não estão no mesmo planeta que você e eu”.

"Acho que muitas pessoas somaram dois com dois e tiveram cinco", disse ele.

“Eu ouvi esses boatos sem sentido, e é completamente risível. Eu apenas ignoro isso. Acabamos de produzir 90 milhões de latas. No que me diz respeito, quem diz que não existe é como dizer que o homem nunca andou na lua, ou que Elvis ainda está vivo. É apenas fantasia.”

Storey – que no ano passado afirmou ser apoiado por "quatro bilionários", incluindo os proprietários do West Ham United Football Club, David Sullivan e David Gold – quer que sua empresa esteja na F1 para que possa ficar mais famosa.

Ele quer competir diretamente contra a Red Bull, que é a bebida energética mais vendida no mundo, e disse que uma explicação justa para o baixo perfil da Rich Energy é porque até agora tem sido um produto exclusivo não disponível no mercado.

"As ações falam mais alto que palavras", disse Storey. “No final do dia, quando a maré sai, vemos quem está nadando nu, não é?”

“No final, eu fui muito consistente desde o primeiro dia. Tudo o que eu disse, aconteceu. É interessante que todos esses detratores nunca tenham me conhecido e realmente não falaram conosco.”

“É especulação baseada em nenhuma informação. Todos que realmente nos conheciam e sabiam o que estava acontecendo sabiam do que estávamos falando. Todos os nossos críticos não estavam de posse dos fatos."

Storey disse que a Rich Energy está pronta para entrar na F1 e ficar "por algum período de tempo". Ele teria conversado com Williams e McLaren antes de assinar o contrato com a Haas.

"Este foi o melhor negócio disponível", disse ele. “Estamos muito satisfeitos com a Haas como equipe”.

“Acreditamos que temos um produto e uma marca melhores do que a Red Bull, e é fantástico poder competir com eles dentro e fora da pista.”

Gene Haas, Haas F1 Team, William Rtorey, Rich Energy CEO

Gene Haas, Haas F1 Team, William Rtorey, Rich Energy CEO

Photo by: Rich Energy

 
Próximo artigo
Haas mostra novas cores e revela carro para 2019

Artigo anterior

Haas mostra novas cores e revela carro para 2019

Próximo artigo

Layout preto e dourado é para parecer com Lotus, diz anunciante da Haas

Layout preto e dourado é para parecer com Lotus, diz anunciante da Haas
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Haas F1 Team
Autor Scott Mitchell