Para Karthikeyan, grandes públicos tornam Interlagos especial

HRT, que está sendo vendida, vai para a última prova da temporada precisando de um milagre para ficar entre as 10

Para Karthikeyan, grandes públicos tornam Interlagos especial
Carregar reprodutor de áudio
De la Rosa e Narain no GP dos EUA

Em meio às notícias da venda da equipe, a HRT chega ao GP Brasil, última corrida da temporada, tentando um milagre que a coloque à frente de Marussia e Caterham no mundial de construtores (precisaria de pelo menos um 11º lugar). Uma possibilidade é contar com a chuva que promete chegar à cidade de São Paulo. “Em Interlagos, o tempo e a chuva sempre podem desempenhar um papel importante no resultado da corrida. Se for o caso, estaremos prontos para aproveitar a chance. Seria fantástico conseguir um grande resultado na última prova da temporada”, torce o espanhol Pedro de la Rosa.

Para Narain Karthikeyan, a pista no Brasil é especial, não só pelo traçado, mas também pela atmosfera ao redor. “É um circuito que me lembro bem, pois dirigi lá em 2005. Gosto muito desta pista, que é um patrimônio da Fórmula 1. O traçado é espetacular, com suas subidas e descidas e as multidões tornam o ambiente especial”, disse o indiano, para quem Interlagos é também muito desafiador. “Fisicamente exige demais, pois é um dos poucos circuitos no sentido contrário”.

compartilhar
comentários
Para sorte de Alonso, frente fria chega com chuva ao GP do Brasil
Artigo anterior

Para sorte de Alonso, frente fria chega com chuva ao GP do Brasil

Próximo artigo

Vettel compara São Paulo a Spa: "Tudo pode mudar, aqui"

Vettel compara São Paulo a Spa: "Tudo pode mudar, aqui"
Carregar comentários