Pirelli: deixar os pneus mais macios é “inútil” para melhorar GPs

Mario Isola, diretor esportivo da fabricante, considera que o trabalho de pneus deve considerar “o pacote completo” da categoria

Pirelli: deixar os pneus mais macios é “inútil” para melhorar GPs

Diretor esportivo da Pirelli, Mario Isola considera que seria um esforço “inútil” tornar os pneus da F1 mais macios na expectativa de que isso melhore o espetáculo das corridas.

A Pirelli, fornecedora única da categoria desde 2011, inicialmente usou a filosofia de adotar pneus de alto desgaste na expectativa de que isso aumentasse a imprevisibilidade das corridas.

No entanto, a fabricante mudou sua abordagem e adotou nos últimos anos compostos mais resistentes. Em 2018, várias provas foram vencidas com uma estratégia de uma única parada no box para troca.

Para Isola, o caminho adotado pela fabricante era inevitável. “Se falarmos das corridas do ano passado, sabemos que a maioria delas foi vencida com uma única parada”, disse o dirigente ao site RaceFans.

“As equipes possuem uma abordagem diferente. Elas tentam administrar o ritmo em vez de forçar e aumentar o número de pitstops, porque aí elas ficam presas no tráfego, precisam ultrapassar... Isso é mais difícil, então elas adotam uma abordagem diferente.”

“Quando falamos de F1, temos de pensar em todos os fatores. Não podemos só pegar os pneus e considerá-los separadamente. É um erro. Precisamos considerar todo o pacote, falar com a FIA, FOM, as equipes e os pilotos e tentar encontrar uma solução completa. Se falarmos somente de pneus, é a abordagem errada.”

compartilhar
comentários
Button: depois que meu pai morreu, F1 não era mais a mesma

Artigo anterior

Button: depois que meu pai morreu, F1 não era mais a mesma

Próximo artigo

Alonso acha que fim de domínio da Mercedes na F1 está próximo

Alonso acha que fim de domínio da Mercedes na F1 está próximo
Carregar comentários