Fórmula 1
R
GP de 70º aniversário
07 ago
Próximo evento em
1 dia
04 set
Próximo evento em
29 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
36 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
50 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
113 dias

Pirelli se diz pronta em caso de guerra de pneus na F1

compartilhar
comentários
Pirelli se diz pronta em caso de guerra de pneus na F1
13 de ago de 2018 17:21

Fornecedora única de pneus da F1, a Pirelli afirmou que estaria totalmente preparada para caso a categoria desejasse ter o retorno de múltiplas fabricantes no grid.

Mario Isola, Racing Manager, Pirelli Motorsport
Pirelli tyre display
Sauber mechanics and Pirelli tyres
Sauber mechanic and Pirelli tyres

A F1 tem filosofia monomarca desde 2007, com a saída da Michelin. Até 2010, a única fornecedora do campeonato era a Bridgestone, sendo que a Pirelli assumiu o posto de 2011 em diante.

Chefe do departamento de competições da marca, Mario Isola afirmou que, caso o caminho adotado pela F1 seja esse, bastaria apenas uma adequação de filosofia para dar conta do recado.

“Se eles decidirem voltar a essa situação como dissemos no passado, estamos prontos para enfrentar esse novo desafio”, disse Isola. “É um novo desafio, porque, se você é a fornecedora única, você tem algumas metas.”

“Você fornece o mesmo pneu para todos, então pode ter um pneu de grande desgaste, com diferentes metas. Se estamos em concorrência com outra fabricante, a meta é simplesmente performance. É claro. É a mesma coisa com as equipes.”

No entanto, Isola considera que a adoção de múltiplas fornecedoras de pneus não seria a medida correta para a categoria.

“A direção da F1 é de ter apenas uma fornecedora”, disse Isola. “Obviamente, isso está mudando rapidamente, mas a fornecedora única economiza dinheiro para todo mundo.”

“Se você introduz novamente a chamada guerra de pneus, você tem de considerar que, no passado, era necessário ter testes adicionais, com equipes específicas para testes de pneus, e isso obviamente significa custos adicionais.”

“Se eles querem reduzir os custos, essa provavelmente não é a direção correta.”

McLaren descarta promover De Vries à F1 em 2019

Artigo anterior

McLaren descarta promover De Vries à F1 em 2019

Próximo artigo

Leclerc: Começo ruim fez progresso da Sauber parecer maior

Leclerc: Começo ruim fez progresso da Sauber parecer maior
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1