Podcast #044 – Emerson Fittipaldi abre o jogo sobre F1, Copersucar e George Harrison

Podcast Motorsport.com traz um papo especialíssimo com o primeiro campeão mundial de F1 pelo Brasil

Podcast #044 – Emerson Fittipaldi abre o jogo sobre F1, Copersucar e George Harrison

Você pediu e nós atendemos. O Podcast Motorsport.com traz na edição #044 o bicampeão da F1 e duas vezes vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, Emerson Fittipaldi. No papo que aconteceu durante Live no Instagram com Felipe Motta, ele falou sobre o início da carreira, desde a primeira ida à Europa, tentando correr no 'Velho Continente', passando pela glória dos títulos mundiais, o projeto do Copersucar, além da amizade com o Beatle George Harrison. Tudo isso recheado com histórias divertidíssimas.

Leia também:

Ouça agora mesmo:

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

VÍDEO: Fittipaldi festeja 'volta' a Indianápolis ao lado de lendas: "Sou um dinossauro no simulador"

GALERIA: Veja 10 curiosidades sobre Emerson Fittipaldi

Emerson nasceu em uma família que respirava velocidade: seu pai, Wilson, e sua mãe, Juzy, correram de moto e carro e foram figuras importantes no início do automobilismo brasileiro.
Emerson nasceu em uma família que respirava velocidade: seu pai, Wilson, e sua mãe, Juzy, correram de moto e carro e foram figuras importantes no início do automobilismo brasileiro.
1/10

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ao contrário do que se diz, Emerson não foi o fator decisivo no título póstumo de Rindt em 1970. Seu triunfo nos EUA se deveu a um problema de Jacky Ickx – que devia vencer todos 3 GPs restantes para ser campeão.
Ao contrário do que se diz, Emerson não foi o fator decisivo no título póstumo de Rindt em 1970. Seu triunfo nos EUA se deveu a um problema de Jacky Ickx – que devia vencer todos 3 GPs restantes para ser campeão.
2/10

Foto de: Sutton Motorsport Images

Fittipaldi foi o único a terminar uma corrida na F1 com o Lotus 56B, na Itália em 1971. O carro era movido por uma turbina de helicóptero e não tinha nem câmbio e nem freio-motor. Mesmo tendo 150 cv a mais que os outros F1s da época, ele era ruim em curvas
Fittipaldi foi o único a terminar uma corrida na F1 com o Lotus 56B, na Itália em 1971. O carro era movido por uma turbina de helicóptero e não tinha nem câmbio e nem freio-motor. Mesmo tendo 150 cv a mais que os outros F1s da época, ele era ruim em curvas
3/10

Foto de: LAT Images

Campeã oito vezes entre equipes e 12 vezes entre pilotos, a McLaren viu seus dois primeiros mundiais vindos pelas mãos de Emerson Fittipaldi, no ano de 1974.
Campeã oito vezes entre equipes e 12 vezes entre pilotos, a McLaren viu seus dois primeiros mundiais vindos pelas mãos de Emerson Fittipaldi, no ano de 1974.
4/10

Foto de: LAT Images

O último pódio de Emerson na Fórmula 1 pode ser tido como uma bela passagem de bastão entre dois ídolos do automobilismo brasileiro. Aquela prova em Long Beach no ano de 1980 foi marcou a primeira vitória de Nelson Piquet.
O último pódio de Emerson na Fórmula 1 pode ser tido como uma bela passagem de bastão entre dois ídolos do automobilismo brasileiro. Aquela prova em Long Beach no ano de 1980 foi marcou a primeira vitória de Nelson Piquet.
5/10

Foto de: LAT Images

Para ir ao funeral de Ayrton Senna, Emerson precisou se ausentar dos primeiros treinos livres para a 500 Milhas de Indianápolis de 1994.
Para ir ao funeral de Ayrton Senna, Emerson precisou se ausentar dos primeiros treinos livres para a 500 Milhas de Indianápolis de 1994.
6/10

Foto de: Altamiro Nunes/AP Photo

Em 1995, o piloto acabou não se classificando para a Indy 500 após o carro da Penske não ter se adaptado bem à pista. Ele ainda tentou se garantir na prova com um carro da equipe Rahal, mas perdeu a vaga no grid para Stefan Johansson no Bump Day.
Em 1995, o piloto acabou não se classificando para a Indy 500 após o carro da Penske não ter se adaptado bem à pista. Ele ainda tentou se garantir na prova com um carro da equipe Rahal, mas perdeu a vaga no grid para Stefan Johansson no Bump Day.
7/10

Foto de: IndyCar Series

Após seu grave acidente em Michigan em 1996, que o fez encerrar a carreira na Indy, o ex-Beatle George Harrison gravou uma versão de Here Comes The Sun com letra dedicada a Emerson.
Após seu grave acidente em Michigan em 1996, que o fez encerrar a carreira na Indy, o ex-Beatle George Harrison gravou uma versão de Here Comes The Sun com letra dedicada a Emerson.
8/10

Foto de: JEP / Motorsport Images

A última corrida disputada por Emerson na carreira foi em 2014. Ele andou na Ferrari #61 da AF Corse com o italiano Alessandro Pier Guidi e o norte-americano Jeff Segal. O time finalizou em sexto e último na LMGTE-Am.
A última corrida disputada por Emerson na carreira foi em 2014. Ele andou na Ferrari #61 da AF Corse com o italiano Alessandro Pier Guidi e o norte-americano Jeff Segal. O time finalizou em sexto e último na LMGTE-Am.
9/10

Foto de: Ferrari Media Center

O clã Fittipaldi no automobilismo ainda segue. Pietro e Enzo, netos de Emerson, já competem nos carros, enquanto que seu filho mais novo, Emmo, atualmente inicia sua carreira no kart.
O clã Fittipaldi no automobilismo ainda segue. Pietro e Enzo, netos de Emerson, já competem nos carros, enquanto que seu filho mais novo, Emmo, atualmente inicia sua carreira no kart.
10/10

Foto de: Dutch Photo Agency

 

compartilhar
comentários
Ecclestone quer Vettel na Mercedes com Hamilton: "Bom para a F1"

Artigo anterior

Ecclestone quer Vettel na Mercedes com Hamilton: "Bom para a F1"

Próximo artigo

Sainz exalta Senna e destaca pódio no Brasil ao falar da McLaren

Sainz exalta Senna e destaca pódio no Brasil ao falar da McLaren
Carregar comentários