Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
19 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
33 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
61 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
68 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
82 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
96 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
103 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
117 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
124 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
138 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
180 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
187 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
201 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
208 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
222 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
236 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
243 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
257 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
271 dias

Pole de Raikkonen é a volta mais rápida da história da F1

compartilhar
comentários
Pole de Raikkonen é a volta mais rápida da história da F1
1 de set de 2018 14:23

Finlandês registrou volta com 263,587 km/h de velocidade média, o que derruba antigo recorde de Juan Pablo Montoya

A pole position de Kimi Raikkonen no GP da Itália de 2018 teve um gosto especial. Além de cravar a primeira posição no grid com uma Ferrari diante dos tifosi, o finlandês registrou a volta oficial mais rápida de toda a história da F1.

Seu tempo de 1min19s119 pelo circuito de Monza teve velocidade média de 263,587 km/h. Isso é significativamente melhor do que o recorde de Juan Pablo Montoya, estabelecido em 2004.

Leia também:

Naquela ocasião, o colombiano virou em 1min19s525 na pré-classificação, com velocidade média de 262,242 km/h. Ali era a sessão em que os carros andavam com pouco combustível, já que na classificação de fato (que foi dominada por Rubens Barrichello naquele ano), os pilotos precisavam carregar a gasolina com a qual iniciariam os GPs.

Além disso, a marca de Montoya veio em uma única tentativa, já que a ocasião determinava uma volta lançada por piloto, um de cada vez no circuito. 

O recorde durou mais do que o esperado: no ano passado, quando a F1 introduziu um regulamento que permitiu a quebra de várias marcas, choveu durante a sessão em Monza, o que impossibilitou a melhora do tempo.

Próximo artigo
Raikkonen surpreende e lidera dobradinha da Ferrari em Monza

Artigo anterior

Raikkonen surpreende e lidera dobradinha da Ferrari em Monza

Próximo artigo

PLACARES: Confira as disputas internas de cada time na F1

PLACARES: Confira as disputas internas de cada time na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Itália