Raikkonen: Ferrari poderia ter sido ainda mais rápida

Para finlandês, recorde da pista quebrado por Sebastian Vettel poderia ter sido ainda mais reduzido

Raikkonen: Ferrari poderia ter sido ainda mais rápida
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H sparks
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H

Sebastian Vettel quebrou o recorde não-oficial da pista de Barcelona na quinta-feira (10). Seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, ficou apenas a um décimo da marca do alemão na sexta-feira.

Falando após o último dia de testes, antes do início da temporada de 2018 no final deste mês, Raikkonen disse que a Ferrari teve mais ritmo para utilizar.

"Vamos ver em duas semanas", disse ele quando perguntado se a Ferrari poderia estar na pole em Melbourne. "Tenho certeza de que se quiséssemos ir mais rápidos, poderíamos, mas isso não significa nada aqui.”

"Em duas semanas, todos saberão onde todos estão. Até então, estamos apenas adivinhando, como estávamos antes do início dos testes."

A simulação de corrida de Raikkonen na sexta-feira marcou a primeira vez que conseguiu experimentar o carro em um período maior.

Ele disse: "Acho que no geral é um pacote forte. Obviamente, sempre há coisas para melhorar, e isso é normal com qualquer carro, mesmo que você ganhe corridas.”

"Mas é muito confiável, parece funcionar de maneira bastante fácil."

O programa de testes de pré-temporada de Raikkonen foi seriamente comprometido por causa do mau tempo na semana passada e um dia em que passou mal que o obrigou a dividir um dia com a Vettel nesta semana.

Ele deu 157 voltas na sexta-feira e mais do que duplicou seu número para 286.

"Acho que você sempre deseja um pouco mais aqui e ali, fazendo voltas e tentando coisas, mas não importa quantas voltas você faz, você sempre se pergunta", disse ele.

"Estava longe de ser perfeito com o clima na semana passada, depois eu estava doente. Mas acho que, no final, tivemos um dia decente e tive uma sensação muito boa.”

"Há sempre coisas para melhorar, e se quiséssemos ir mais rápidos, com certeza, poderíamos.”

compartilhar
comentários
Aposentado da F1, Massa admite que ainda acompanha categoria

Artigo anterior

Aposentado da F1, Massa admite que ainda acompanha categoria

Próximo artigo

Jo Ramírez: "Pérez deve se dedicar à F1 para vencer Ocon"

Jo Ramírez: "Pérez deve se dedicar à F1 para vencer Ocon"
Carregar comentários