Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
28 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
42 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
56 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
70 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
77 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
91 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
105 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
112 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
126 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
133 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
147 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
189 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
196 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
210 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
217 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
231 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
245 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
252 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
266 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
280 dias

Red Bull: a Renault decepcionou seus próprios funcionários

compartilhar
comentários
Red Bull: a Renault decepcionou seus próprios funcionários
Por:
18 de dez de 2018 10:15

Christian Horner acredita que “falta de comprometimento” da alta cúpula deixou os funcionários de pista chateados com a temporada

Chefe da Red Bull, Christian Horner afirmou que a Renault decepcionou seus próprios funcionários devido à falta de comprometimento com seu programa de F1.

Horner frequentemente questionou o suporte que a fabricante francesa fornecia, e tais tensões fizeram com que a equipe mudasse para os motores Honda em 2019.

“É preciso dar o crédito quando é merecido”, disse Horner ao Motorsport.com. “No México, recebemos um motor que era capaz de vencer, assim como tivemos na Áustria e na China.”

“Tivemos sorte em Mônaco, mesmo sem um MGU-K. Em outros circuitos teríamos tido problemas.”

“Tenho total admiração pelos caras da Renault na garagem que trabalham todas as semanas. Mas acho que, no fim, eles ficaram chateados pela falta de comprometimento ao desenvolvimento e confiabilidade vindo da fábrica.”

Por alguns momentos, a falta de disponibilidade de peças novas provocava frustração na Red Bull.

“Acho que frequentemente víamos peças sendo tiradas de um motor para ir a outro. Esta tem sido a tônica durante toda a era híbrida, e isso afeta o tempo de dinamômetro, os testes de durabilidade e assim por diante.”

Horner acrescentou que o uso de um combustível diferente em relação à McLaren e à equipe de fábrica também criou tensões, mas também trouxe vantagens.

“A Exxon tem feito um ótimo trabalho para nós. A dificuldade e frustração deles é que, como equipe cliente, também temos tempo limitado no dinamômetro.”

“Mas eles conseguiram vir com um combustível que fez a especificação C funcionar, e conseguimos colocá-lo no carro de forma bem sucedida, quando a equipe de fábrica não conseguiu fazer isso. Então, isso também tem sido encorajador.”

O chefe da Renault na F1, Cyril Abiteboul, admitiu que teve emoções mistas com relação ao rompimento com a Red Bull.

“É um pouco estranho, porque 12 anos representam um grande pedaço da história da Red Bull e da Renault”, disse o francês ao Motorsport.com.

“E é um grande tempo também para os indivíduos envolvidos, os caras técnicos, os mecânicos dos dois lados, os engenheiros.”

“Tivemos momentos difíceis e também momentos muito bons. Mas acho que isso nos permite focar. Em muitas ocasiões a Red Bull diluiu nosso foco, em particular no que diz respeito à comunicação.”

“Poderemos controlar nossa comunicação muito melhor, e eles poderão desenvolver seu relacionamento com a Honda. É bom para ambas as partes.”

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14

Photo by: Zak Mauger / LAT Images

Próximo artigo
Wolff diz que Mercedes “não entendia muito bem” atualização do motor

Artigo anterior

Wolff diz que Mercedes “não entendia muito bem” atualização do motor

Próximo artigo

Webber: não conheço as fraquezas de Hamilton, e isso o deixa perigoso

Webber: não conheço as fraquezas de Hamilton, e isso o deixa perigoso
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing Compre Agora
Autor Adam Cooper