Red Bull crê em bons progressos da Honda no inverno e volta a atacar Renault

compartilhar
comentários
Red Bull crê em bons progressos da Honda no inverno e volta a atacar Renault
Por:
6 de fev de 2019 15:22

Chefe da equipe diz que time pagava por "assento de primeira classe" e tinha motor de "classe econômica"

A Red Bull afirmou que está sendo impulsionada pelo "bom progresso" que sua nova parceira de motores, a Honda, fez com seu desenvolvimento neste inverno.

Antes do lançamento do novo carro da Red Bull, em 13 de fevereiro, e do início dos testes de pré-temporada na Espanha, em 18 de fevereiro, a equipe ainda não sabe onde está frente a sua oposição.

Mas o chefe da equipe, Christian Horner, diz que as esperanças são altas de que a Honda tenha atingido suas metas e que possa pelo menos progredir em 2019.

"Acho que eles tiveram um inverno forte", disse Horner, falando em um evento de mídia nos escritórios da Red Bull em Londres.

"A Red Bull Technology trabalha com a Honda há 12 meses, tendo fornecido a soluções para a Toro Rosso. Por isso, temos visto nos bastidores a evolução. Eles estão fazendo um bom progresso.”

"Acho que a estabilidade dos regulamentos vai ajudar. Eles decidiram sobre um conceito e, pela primeira vez desde a sua reentrada na F1, que continuaram para a temporada seguinte sem uma folha de papel em branco.”

"Tudo dependerá do que os outros fizeram, mas certamente houve um bom progresso."

Uma das principais áreas que a Honda precisará melhorar em 2019 é a sua confiabilidade, com a Red Bull ansiosa para evitar a repetição da enxurrada de penalidades de motor que a Toro Rosso sofreu na última temporada.

Mas embora não haja garantias sobre a durabilidade da unidade de potência da Honda com a qual começará a temporada, Horner diz que não ficaria muito aborrecido se sua equipe fosse forçada a ter unidades de potência extras em 2019.

"Obviamente, tem sido um enorme desafio fazer 21 corridas com três motores", disse ele. "Preferimos ver uma evolução consistente, mesmo que isso signifique tomar uma penalidade ou duas ao longo do ano”.

"Como vimos no ano passado, o impacto dessas penalidades nos locais certos pode ser bastante mínimo.”

"Eu acho que o progresso e a trajetória estão no caminho certo, há muito otimismo dentro da equipe, dentro da fábrica e entusiasmo em trabalhar em colaboração com um novo parceiro."

Depois que as relações entre Red Bull e a Renault pioraram muito nos últimos tempos, Horner acredita que a relação com a Honda não se dará de maneira semelhante.

"É um cenário muito diferente", disse ele. "Nós estivemos em um relacionamento muito próximo com o cliente, onde efetivamente estávamos pagando por um bilhete de primeira classe e ganhando um assento na classe econômica”.

"Uma enorme frustração foi confirmada. E a gestão dentro da Renault tem sido diferente do que era quando começamos o relacionamento. Com a Honda sendo uma verdadeira parceria técnica, há muito mais responsabilidade coletiva de ambos os lados, em vez de ser um cenário de fornecedor do cliente. Estamos extremamente esperançosos que o desempenho seja um passo de onde estávamos nos últimos anos."

Next article
Governo diz que não irá ajudar a financiar GP da Holanda de F1

Previous article

Governo diz que não irá ajudar a financiar GP da Holanda de F1

Next article

Sirotkin se sentiu “ofendido” ao deixar Williams após ano difícil

Sirotkin se sentiu “ofendido” ao deixar Williams após ano difícil
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Autor Jonathan Noble
Be first to get
breaking news