Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
28 dias
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
42 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
84 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
91 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
105 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
112 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
126 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
140 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
147 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
161 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
175 dias

Relembre a carreira de Jochen Rindt, único campeão póstumo da F1, que faria 78 anos

compartilhar
comentários
Relembre a carreira de Jochen Rindt, único campeão póstumo da F1, que faria 78 anos
18 de abr de 2020 15:43

Alemão radicado na Áustria dominava temporada de 1970 amplamente, conseguindo o título mesmo após acidente fatal restando ainda três corridas para o fim do campeonato

Jochen Rindt estaria completando 78 anos de idade neste sábado (18). O piloto alemão, mas radicado na Áustria, correu na F1 de 1964 a 1970, em 60 provas, com auge ocorrendo em 1970.

Mas quis o destino Rindt tivesse seu acidente fatal no GP da Itália de 1970, temporada em que somava cinco triunfos e desfrutava de liderança folgada no Mundial daquele ano.

Mesmo a temporada tendo mais três provas após aquele GP, Canadá, EUA e México, além de contar com sistema de descartes, o piloto da Lotus conseguiu o título, se tornando o único caso de título póstumo da F1 até hoje.

Leia também:

Confira mais detalhes da carreira de Rindt, além de fotos exclusivas na galeria abaixo.

Galeria
Lista

Jochen Rindt, nascido na Alemanha, representou a Áustria durante carreira e na F1. A estreia aconteceu em 1964, no GP da Áustria, quando abandonou.

Jochen Rindt, nascido na Alemanha, representou a Áustria durante carreira e na F1. A estreia aconteceu em 1964, no GP da Áustria, quando abandonou.
1/14

Mesmo estando na F1, Rindt correu simultaneamente em outras categorias, como a Fórmula 2.

Mesmo estando na F1, Rindt correu simultaneamente em outras categorias, como a Fórmula 2.
2/14

Ele também participou de duas edições das 500 Milhas de Indianápolis. Em 1967, com chassi Eagle e motor Ford, Rindt largou em 32º e terminou em 24º. No ano seguinte, com chassi Brabham e motor Repco, Rindt largou em 16º, mas cruzou a linha de chegada em 32º. O resultado mais expressivo fora da F1, entretanto, veio antes, vencendo as 24 Horas de Le Mans a bordo de uma Ferrari 250LM.

Ele também participou de duas edições das 500 Milhas de Indianápolis. Em 1967, com chassi Eagle e motor Ford, Rindt largou em 32º e terminou em 24º. No ano seguinte, com chassi Brabham e motor Repco, Rindt largou em 16º, mas cruzou a linha de chegada em 32º. O resultado mais expressivo fora da F1, entretanto, veio antes, vencendo as 24 Horas de Le Mans a bordo de uma Ferrari 250LM.
3/14

Foto de: LAT Images

Na F1, Rindt conquistou seis vitórias, dez poles, e treze pódios.

Na F1, Rindt conquistou seis vitórias, dez poles, e treze pódios.
4/14

Foto de: LAT Images

A primeira delas veio com o Lotus 49B, no GP dos EUA de 1969, em Watkins Glen.

A primeira delas veio com o Lotus 49B, no GP dos EUA de 1969, em Watkins Glen.
5/14

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ele ainda teve mais uma vitória com uma atualização, o Lotus 49C. Os outros quatro triunfos vieram com o 72C, em 1970.

Ele ainda teve mais uma vitória com uma atualização, o Lotus 49C. Os outros quatro triunfos vieram com o 72C, em 1970.
6/14

Foto de: LAT Images

E foi a bordo do 72C que Rindt sofreu o acidente que tirou sua vida, durante treinos livres para o GP da Itália do mesmo ano.

E foi a bordo do 72C que Rindt sofreu o acidente que tirou sua vida, durante treinos livres para o GP da Itália do mesmo ano.
7/14

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Nina Rindt, mulher de Jochen Rindt, estava na pista no momento do acidente na mítica curva Parabolica.

Nina Rindt, mulher de Jochen Rindt, estava na pista no momento do acidente na mítica curva Parabolica.
8/14

Foto de: LAT Images

Mesmo assim, com as cinco vitórias até então, Rindt tinha vantagem confortável sobre Jack Ickx, que não conseguiu revertê-la. Dessa forma, ele se tornou o único campeão póstumo da história da F1.

Mesmo assim, com as cinco vitórias até então, Rindt tinha vantagem confortável sobre Jack Ickx, que não conseguiu revertê-la. Dessa forma, ele se tornou o único campeão póstumo da história da F1.
9/14

Vale lembrar que em 1970, o sistema de pontuação da F1 contava com dois descartes. O primeiro tirando o pior resultado das sete primeiras etapas e o segundo, das últimas seis.

Vale lembrar que em 1970, o sistema de pontuação da F1 contava com dois descartes. O primeiro tirando o pior resultado das sete primeiras etapas e o segundo, das últimas seis.
10/14

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

O resultado final daquele ano deu 45 pontos para Rindt contra 40 de Ickx.

O resultado final daquele ano deu 45 pontos para Rindt contra 40 de Ickx.
11/14

Foto de: LAT Images

Rindt tem o nome eternizado na 'Calçada da Fama' do circuito de Watkins Glen, palco da primeira vitória na F1.

Rindt tem o nome eternizado na 'Calçada da Fama' do circuito de Watkins Glen, palco da primeira vitória na F1.
12/14

Foto de: Angelo Lisuzzo

Jochen Rindt seu companheiro de equipe, Graham Hill.

Jochen Rindt seu companheiro de equipe, Graham Hill.
13/14

Jochen Rindt após sua última vitória, no GP da Alemanha de 1970.

Jochen Rindt após sua última vitória, no GP da Alemanha de 1970.
14/14

Foto de: LAT Images

Próximo artigo
Chefe da Mercedes, Wolff compra ações da Aston Martin

Artigo anterior

Chefe da Mercedes, Wolff compra ações da Aston Martin

Próximo artigo

Norris: ausência de corridas criou "condições iguais" entre equipes

Norris: ausência de corridas criou "condições iguais" entre equipes
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1