Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
6 dias

Renault diz que motor de 2019 atingiu “alvos altos”

compartilhar
comentários
Renault diz que motor de 2019 atingiu “alvos altos”
Por:
1 de mar de 2019 11:12

Time francês confia em prognósticos que dão conta que fez grandes ganhos em sua unidade motriz

A Renault atingiu uma meta inicial "alta" estabelecida para seu motor de 2019, segundo seu chefe técnico, Remi Taffin.

Ele disse que um novo design de motor fez o time dar um passo à frente "substancial" durante o inverno, o que foi validado pela quilometragem de pista nos testes de pré-temporada nas últimas duas semanas.

"Tudo o que de fato desenvolvemos e medimos no dinamômetro foi o mesmo que vimos na pista", disse Taffin, diretor técnico de motores da Renault.

“Foi bastante semelhante nos últimos anos, mas este ano é novamente onde estamos. Acho que atingimos nossos objetivos até onde podemos dizer. Estamos felizes com o que conseguimos.”

O chefe da Renault F1, Cyril Abiteboul, descreveu os ganhos antes do início do ano como "os maiores" que fez desde que a era dos motores V6 se iniciou em 2014.

Essa foi uma resposta deliberada ao decepcionante programa de motores da última temporada, em que a Renault admitiu que subestimou o progresso que precisava ter feito.

Taffin concordou que "um grande passo" foi dado e acredita que ele é significativo no contexto do "tempo de desenvolvimento de inverno" da Renault.

Perguntado pelo Motorsport.com quão agressiva foi a evolução, Taffin disse: “nós estabelecemos algumas metas altas para este ano, que atingimos”.

“Mas obviamente é sempre a mesma coisa. Precisamos sair para a pista e ver onde estaremos, e teremos que esperar até Melbourne para ver isso na classificação e na corrida.”

Um elemento que disfarçou parcialmente o progresso da Renault foi seu fraco desempenho nos speed traps no início da primeira semana de testes.

No entanto, isso não foi representativo, uma vez que foi inicialmente impactado por um problema de asa traseira que fez a Renault não usar o DRS.

O diretor técnico de chassi, Nick Chester, disse: “sabemos que tivemos uma semana de baixa velocidade no speed trap, mas particularmente porque não usamos muito o DRS”.

“Esta semana nós melhoramos nos speed traps, e acho que as velocidades hoje foram um pouco melhores.”

“Então, não estou muito preocupado. Sabemos onde estamos em termos de asa traseira e sabemos o que estamos fazendo com nosso programa.”

"Estamos razoavelmente confortáveis."

Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S. 19 and Lando Norris, McLaren MCL34

Daniel Ricciardo, Renault F1 Team R.S. 19 and Lando Norris, McLaren MCL34

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

Próximo artigo
GALERIA: Imagens do terceiro dia da segunda parte dos testes de pré-temporada da F1

Artigo anterior

GALERIA: Imagens do terceiro dia da segunda parte dos testes de pré-temporada da F1

Próximo artigo

Red Bull utiliza peças antigas em carro após batida de Gasly

Red Bull utiliza peças antigas em carro após batida de Gasly
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento Teste de Fevereiro em Barcelona II
Equipes Renault F1 Team
Autor Scott Mitchell