Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
63 dias
06 mai
Próximo evento em
105 dias
20 mai
Próximo evento em
119 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
133 dias
10 jun
Próximo evento em
140 dias
24 jun
Próximo evento em
154 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
175 dias
29 jul
Próximo evento em
189 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
217 dias
02 set
Próximo evento em
224 dias
09 set
Próximo evento em
231 dias
23 set
Próximo evento em
245 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
252 dias
07 out
Próximo evento em
259 dias
21 out
Próximo evento em
273 dias
28 out
Próximo evento em
280 dias
05 nov
Próximo evento em
288 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
301 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
316 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
325 dias

Ricciardo: F1 teria temporada "legítima" com pelo menos 10 provas

compartilhar
comentários
Ricciardo: F1 teria temporada "legítima" com pelo menos 10 provas
Por:

Para o australiano, esse seria o número mínimo de corridas para coroar um campeão sem um asterisco ao lado

O calendário de 2020 da Fórmula 1 conta com apenas oito provas garantidas, mas a F1 espera anunciar novos GPs, buscando expandir a temporada para até 18 provas até o final do ano. Mas, apesar da expectativa de um 2020 reduzido, em comparação ao cronograma original, Daniel Ricciardo acredita que, com 10 etapas, a F1 terá em mãos um campeonato "legítimo". 

A sequência de oito corridas anunciadas termina com o GP da Itália em Monza, marcado para 06 de setembro. Mas, no momento, outras duas pistas italianas, Mugello e Ímola, estão fazendo campanha para receber provas em 2020.

Leia também:

Falando com o podcast oficial do GP da Austrália, In the Fast Lane, Ricciardo explicou porque ele vê 10 com o número mágico para essa temporada.

Para ele, seria um número racional de corridas para declarar uma temporada como "legítima", coroando um campeão mundial sem a necessidade de um asterisco ao lado.

"Assim, eu diria que seria legítimo", disse. "Se fizéssemos apenas quatro ou cinco corridas, talvez não seria. Mas se conseguirmos dez ou mais, há corridas suficientes para coroar um campeão, pelo menos para mim".

"Obviamente, a atmosfera será diferente no paddock sem os fãs, pelo menos na primeira parte da temporada, mas a realidade é que vamos estar correndo. Os mesmos pilotos, com os mesmos carros. Para mim, a competição não vai mudar".

Apesar de estar animado para correr novamente após a incomum longa pré-temporada, Ricciardo admitiu que há uma coisa que ele não está tão animado para ver na volta da F1 - os constantes testes nasais, como parte das precauções contra a Covid-19.

"Uma coisa que não estou tão animado, porque já passei por isso, são os testes de Covid com aqueles cotonetes nasais... eles não são legais", disse.

"E teremos que fazer mais uns 30 ao longo do ano. Eu não gostei nada disso. É algo que eu sei que vai acontecer, mas estou longe de estar animado por isso", concluiu.

Veja como os novos gráficos da F1 vão agitar os GPs e colocar Senna e Piquet x Verstappen e Hamilton

PODCAST: As notas atribuídas aos pilotos no game F1 2020 são malucas?

 

McLaren não vai "esconder informações" de Sainz em 2020, apesar de saída do piloto

Artigo anterior

McLaren não vai "esconder informações" de Sainz em 2020, apesar de saída do piloto

Próximo artigo

Atitude de Senna em primeira reunião na Europa fez chefe de equipe dizer: "Quem diabos esse cara pensa que é?"

Atitude de Senna em primeira reunião na Europa fez chefe de equipe dizer: "Quem diabos esse cara pensa que é?"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Autor Andrew van Leeuwen