Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
15 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
43 dias

Ricciardo herda vitória em GP maluco no Azerbaijão

compartilhar
comentários
Ricciardo herda vitória em GP maluco no Azerbaijão
25 de jun de 2017 15:10

Piloto australiano se aproveita de problemas e erros dos outros para vencer primeira no ano; Massa abandona

Teve de tudo. O GP do Azerbaijão disputado neste domingo (25) nas ruas de Baku foi certamente o mais agitado da temporada de 2017 da Fórmula 1. Melhor para Daniel Ricciardo, que venceu a prova mais inacreditável de sua carreira na F1.

Depois de bater na classificação deste sábado e largar de décimo, o piloto foi o primeiro a parar nos boxes e viu Bottas furar o pneu, Verstappen parar com problema de motor, Raikkonen ter o pneu estourado com o toque das Force Indias, Massa abandonar, Hamilton ter problemas em seu protetor de cabeça e Vettel ser punido para vencer sua quinta prova na F1.

O piloto ainda teve que driblar quatro entradas do Safety Car e uma bandeira vermelha por detritos na pista.

O outro beneficiado na hecatombe no Azerbaijão foi o canadense Lance Stroll. O companheiro de Felipe Massa conseguiu aos 18 anos chegar ao pódio da F1 em sua oitava prova, no terceiro lugar após ser superado por Valtteri Bottas na reta final.

O brasileiro Felipe Massa, que estava à frente de Ricciardo e Stroll, fazia sua melhor prova no ano. O piloto era terceiro (atrás de Hamilton e Vettel) quando a prova estava em bandeira vermelha, mas logo na volta um problema no amortecedor traseiro o tirou da corrida.

Vettel, que poderia vencer, se tocou com Hamilton durante um Safety Car e acabou tendo uma penalização de 10 segundos nos pits. Ele ainda voltou à frente de Hamilton, já que o britânico foi obrigado a abdicar de sua liderança devido a um problema em seu protetor de cabeça, que ameaçava se soltar.

Vettel foi o quarto com Hamilton em quinto.

A corrida

Na largada, Hamilton manteve a ponta e foi seguido por Bottas, que era atacado por Raikkonen. O finlandês da Ferrari tentou passar o compatriota por fora na curva 2, mas acabou recebendo o toque da Mercedes e tocou no muro. No entanto, pior para Bottas, que furou seu pneu dianteiro direito e danificou sua asa. Valtteri teve de ir para os pits e ficou uma volta atrás.

O top-10 era Hamilton, Vettel, Perez, Verstappen, Raikkonen, Massa, Ocon, Stroll, Ricciardo e Hulkenberg.

Ricciardo foi o primeiro a parar ainda nas primeiras voltas, colocando um jogo de pneus macios.

Na volta 10, Kvyat parou com problemas mecânicos após a curva 10 e não pôde ter o carro retirado da pista pela falta de aberturas no muro. O Safety Car veio à pista no mesmo momento em que Max Verstappen foi obrigado a abandonar a prova com um problema de motor.

No retorno, Perez atacou Vettel pelo segundo lugar enquanto Massa e Ocon superaram Raikkonen pelo quarto lugar. No entanto, o Safety Car voltou à pista logo em seguida por detritos na pista.

Ainda antes da relargada, Vettel e Hamilton se tocaram duas vezes. Na saída, Massa passou Perez que acabou sendo atacado por Ocon. As duas Force Indias bateram e se danificaram. Perez foi obrigado a abandonar, com Ocon tendo de trocar o bico. Raikkonen abandonou após furar seu pneu em detritos da Force India.

Logo em seguida, com 23 voltas, a prova foi parada com bandeira vermelha pelo excesso de detritos na pista.

Com Raikkonen e Perez conseguindo voltar à corrida, a relargada foi dada 25 minutos depois.

Massa acabou abandonando no retorno após sofrer com uma problema no amortecedor. Ricciardo passou Strol e Massa na relargada e foi para terceiro. Hulkenberg também acabou batendo. O top-10 era Hamilton, Vettel, Ricciardo, Stroll, Magnussen, Alonso, Ocon, Sainz, Bottas e Grosjean.

Com a proteção de cabeça de Hamilton ameaçando se soltar, o piloto teve de ir aos boxes por exigência da FIA. Lewis caiu para oitavo, mas Vettel foi punido pelo toque que deu em Hamilton durante o Safety Car e foi obrigado a parar por dez segundo nos boxes.

Com isso, Ricciardo era o primeiro com Stroll em segundo. Bottas, que estava uma volta atrás, acabou recuperando a desvantagem e passou a ocupar o terceiro lugar. Vettel foi ao quarto posto, com Hamilton fechando o top-5.

Bottas passou Stroll na última reta.

A próxima etapa da Fórmula acontece na Áustria, no dia 9 de julho.

 GP do Azerbaijão

 Pos.PilotoEquipeTemposPts
01  D. Ricciardo Red Bull 51 voltas 25
02  V. Bottas Mercedes +3.9  18 
03   L. Stroll Williams +4.0  15 
04  S. Vettel Ferrari +5.9  12 
05  L. Hamilton Mercedes +6.1  10 
06  E. Ocon Force India +30.2 
07   K. Magnussen Haas +41.7 
08   C. Sainz Toro Rosso +49.4 
09  F. Alonso McLaren +59.5 
10   P. Wehrlein Sauber +89.0 
11  M. Ericsson Sauber +91.7   
12  S. Vandoorne McLaren +92.1   
13   R. Grosjean Haas + 1 volta  
Abandono  K. Räikkönen Ferrari    
Abandono  S. Pérez Force India    
Abandono  F. Massa Williams    
Abandono   N. Hülkenberg Renault    
Abandono   M. Verstappen Red Bull    
Abandono   D. Kvyat Toro Rosso    
Abandono  J. Palmer Renault    
Próximo artigo
Wolff descarta Alonso apesar de conversa com Briatore

Artigo anterior

Wolff descarta Alonso apesar de conversa com Briatore

Próximo artigo

Massa lamenta corrida "espetacular" em Baku

Massa lamenta corrida "espetacular" em Baku
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Localização Baku City Circuit