Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
52 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
59 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
73 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
87 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
101 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
108 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
122 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
136 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
143 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
164 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
178 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
192 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
220 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
227 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
241 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
248 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
262 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
276 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
283 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
297 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
311 dias

Rivais concordam e Force India mantém premiação monetária

compartilhar
comentários
Rivais concordam e Force India mantém premiação monetária
24 de ago de 2018 16:23

Apesar de mudança de nome e ser considerado novo construtor, time segue na Fórmula 1 com premiação publicitária herdada até a última corrida

O chefe da Racing Point Force India, Otmar Szafnauer, confirmou que a nova organização terá o prêmio em dinheiro acumulado pela equipe original, após todas as nove outras equipes aprovarem um acordo depois de um longo debate nos últimos dias.

Todos acabaram assinando, com McLaren e Williams sendo os últimos a fazer isso.

A maior concessão que a nova equipe fez foi abrir mão dos pontos que a Force India anterior havia conquistado em 2018, o que significa que ela precisa recomeçar a conquistar seu lugar na tabela de construtores, o que afetará a renda futura.

“As nove equipes restantes assinaram, por assim dizer, um documento que nos permite manter o dinheiro que a Sahara Force India conquistou nos últimos anos”, disse Szafnauer.

“Eu acho que a maior consequência é que nós começamos do zero. Nós perdemos os 59 pontos, porque eles pertencem à Sahara Force India, que não é mais uma participante. Somos um novo participante e começamos do zero.”

"Faremos o melhor que pudermos e tentaremos marcar o maior número possível de pontos nas corridas restantes e ver onde terminaremos no final da temporada. Isso determinará parte do fundo de prêmios para o ano seguinte."

Szafnauer fez questão de agradecer às equipes rivais e as outras partes interessadas da F1 por concordarem com a mudança.

“Começou como uma venda de ações e depois foi transferida para uma venda de ativos, por razões que eu não entendo muito bem. Uma vez que isso aconteceu, fizemos uma nova entrada na F1, e ganhar uma nova entrada em um curto período de tempo requer muito trabalho.”

“As últimas 48 horas foram só de trabalho para que a equipe Racing Point Force India F1 ganhasse sua nova entrada, e isso foi muito trabalhoso. Felizmente, com o apoio da FIA, da FOM e de nossos colegas concorrentes, nossos colegas da comunidade, conseguimos. Tenho que agradecer às equipes por nos apoiarem."

Szafnauer confirmou que o nome Racing Point é uma solução de curto prazo.

“O motivo é que começamos o ano com Force India como nosso nome de chassi. E a F1 e a FIA não gostam de mudanças no nome do chassi, e eu entendo por que, porque isso confunde os fãs.”

“E achamos que era prudente manter a Force India para os fãs. O carro ainda é rosa, ainda temos os mesmos patrocinadores, ainda temos os mesmos pilotos, temos o mesmo motorhome, temos os mesmos funcionários. Se você olhar para nós, somos exatamente iguais.”

“Eu acho que teria sido confuso remover Force India. Racing Point foi adicionado na frente da Force India, em vez de Sahara. Isso foi apenas para que pudéssemos distinguir entre o antigo e o novo.”

"Racing Point é o nome da empresa no Reino Unido que detém os ativos. Essa é a única razão para o nome estar lá. Mas o nome do chassi continua sendo Force India, e acho que, do ponto de vista dos fãs, essa é a coisa certa."

Szafnauer disse que a equipe "tem alguns meses para pensar" sobre seu nome para em 2019.

Lance Stroll, Williams Racing

Lance Stroll, Williams Racing

Photo by: Manuel Goria / Sutton Images

Szafnauer não negou a sugestão óbvia de que Lance Stroll mudará para o time antes do final de 2018.

"Para o curto prazo são os mesmos dois pilotos, o que acontece depois disso... não é impossível mudar, com certeza, mas muitos acordos teriam que acontecer. Eu não sei, é difícil para mim prever o futuro."

A chefe da equipe atual de Stroll, Claire Williams, insinuou que uma mudança não é impossível.

"Há muitas reviravoltas na F1, não?", disse ela. "Eu acho que nós vimos isso nas últimas semanas. Então, acho que teremos que esperar para ver o que o futuro nos trará. Pode ser estranho se Lawrence Stroll for dono de um time com seu filho em outro. Mas ei, isso é F1.”

"No momento em que eu disse que Lance está contratado para nós, ele está dirigindo para nós neste fim de semana, e assim que tivermos mais informações, quando soubermos, compartilharemos isso."

Próximo artigo
Raikkonen derrota Mercedes e lidera TL2 na Bélgica

Artigo anterior

Raikkonen derrota Mercedes e lidera TL2 na Bélgica

Próximo artigo

Vettel: “Estamos na direção certa” na Bélgica

Vettel: “Estamos na direção certa” na Bélgica
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Force India