Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Robin Herd, um dos fundadores da March, morre aos 80 anos

compartilhar
comentários
Robin Herd, um dos fundadores da March, morre aos 80 anos
Por:
6 de jun de 2019 20:09

Equipe de F1 se destacou desde os anos 1970 até fim dos anos 1980, com grandes nomes do automobilismo fazendo parte do time

Nascido em 1939, Robin Herd se formou pela Universidade de Oxford em engenharia e física. Ele se juntou ao Royal Aircraft Establishment, onde trabalhou no projeto Concorde. No entanto, ele desenvolveu um interesse no automobilismo, quando em 1965 foi oferecido a ele um emprego por Bruce McLaren.

O primeiro trabalho de Herd foi projetar o M2A. O carro fez sua estreia em Mônaco em maio de 1966, mas não deu certo por ter um motor Ford pesado, que tinha suas raízes na Indy 500. A McLaren optou pela BRM em 1967, mas quando a temporada começou, o prometido V12 não estava disponível. Em vez disso, a equipe teve que rodar um V8 menor de 2,1 litros no chassi M4B convertido de Herd.

Leia também:

Herd projetou o chassi do M7A para 1968, mas deixou a equipe para trabalhar com a Cosworth. Nas mãos de seu antigo assistente, Gordon Coppuck, o M7A foi transformado em um carro vencedor de corridas, com três triunfos naquele ano.

Herd foi contratado para criar um protótipo do 4WD para a Cosworth, que foi testado, mas no final das contas nunca correu. Então, no início de 1969, trabalhou brevemente para Frank Williams, na Brabham.

Herd chegou perto de unir forças com Bernie Ecclestone e Jochen Rindt para formar uma equipe de F1, mas em vez disso, naquele ano, ele se juntou a Max Mosley, Alan Rees e Graham Coaker para formar a March Engineering. Seu primeiro carro foi o F3 693, em 1969.

Apesar do início discreto, Herd e seus colegas tinham grandes ambições, e quando anunciaram que estavam criando um carro de F1 em 1970, houve certo ceticismo.

No entanto, na abertura da temporada na África do Sul havia cinco Marchs no grid - três oficiais para Mario Andretti, Chris Amon e Jo Siffert, e dois para Jackie Stewart e Johnny Servoz-Gavin de Ken Tyrrell, que havia saído da Matra. Incrivelmente, Stewart conquistou a pole para essa corrida e na segunda etapa na Espanha conquistou a primeira vitória da marca.

Enquanto isso, a March se expandiu rapidamente na F2 e F3, e até mesmo construiu carros na CanAm e Formula Ford.

A March continuou com uma equipe de sucesso na F1, enquanto fornecia carros a clientes, especialmente Frank Williams. Ronnie Peterson terminou em segundo lugar no campeonato mundial de 1971, apesar de não vencer corridas, enquanto que no mesmo ano Niki Lauda fez sua estreia. Em 1973, James Hunt fez sua primeira corrida.

Em 1975 a equipe oficial finalmente ganhou uma prova, com Vittorio Brambilla triunfando em uma corrida encurtada pela chuva na Áustria, com apenas metade de pontos ganhos. No ano seguinte, Peterson retornou e logo se tornou um favorito, conquistando uma vitória indiscutível em Monza.

Em 1977, a March foi vendida para a ATS. No entanto, seus negócios com clientes continuaram a prosperar. A partir de 1981, a empresa deu grandes passos na Indy, enfrentando a rival de longa data, a Lola, e suprindo equipes como a de Roger Penske. O chassi da March venceria a Indy 500 de 1983 a 1987 nas mãos de Tom Sneva, Rick Mears, Danny Sullivan, Bobby Rahal e Al Unser. Adrian Newey foi um dos muitos engenheiros jovens que ganharam experiência valiosa sob a orientação de Herd.

Em 1981, a March retornou à F1 em parceria com a equipe de John McDonald, mas com pouco sucesso. Em 1987, Herd se uniu com a Leyton House.

Por fim, a March teve problemas financeiros e, depois que Herd vendeu sua parte, ele montou seu próprio negócio de consultoria. Seu último envolvimento ativo no esporte foi com uma equipe na IRL no final dos anos noventa. Depois, ele se concentrou em outros interesses comerciais e durante algum tempo foi presidente do Oxford United FC.

Confira os principais nomes que fizeram parte da March na F1

Galeria
Lista

Chris Amon, March 701

Chris Amon, March 701
1/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Chris Amon, March 701

Chris Amon, March 701
2/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Niki Lauda, March 711-Ford

Niki Lauda, March 711-Ford
3/13

Foto de: LAT Images

Niki Lauda, March 721G

Niki Lauda, March 721G
4/13

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Niki Lauda, March 721X Ford

Niki Lauda, March 721X Ford
5/13

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Lella Lombardi (Lavazza March 751 Ford)

Lella Lombardi (Lavazza March 751 Ford)
6/13

Foto de: LAT Photographic

Ronnie Peterson

Ronnie Peterson
7/13

Foto de: Joost Evers

Vittorio Brambilla, March 751 Ford

Vittorio Brambilla, March 751 Ford
8/13

Foto de: LAT Images

James Hunt, March 731 Ford (à esquerda)

James Hunt, March 731 Ford (à esquerda)
9/13

Foto de: LAT Images

Alex Ribeiro, March 761B-Ford

Alex Ribeiro, March 761B-Ford
10/13

Foto de: LAT Images

Raul Boesel

Raul Boesel
11/13

Foto de: indyracing.com photo by Ron McQueeney

Ivan Capelli, March 871 Ford

Ivan Capelli, March 871 Ford
12/13

Foto de: LAT Images

Mauricio Gugelmin, March 881

Mauricio Gugelmin, March 881
13/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

 

 

Próximo artigo
Único negro na história da F1, Hamilton quer aumentar diversidade na categoria

Artigo anterior

Único negro na história da F1, Hamilton quer aumentar diversidade na categoria

Próximo artigo

Hamilton projeta briga com a Ferrari pela vitória no GP do Canadá

Hamilton projeta briga com a Ferrari pela vitória no GP do Canadá
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper