Rosberg é punido por rádio e cai para terceiro na Inglaterra

Alemão da Mercedes recebe dez segundos em tempo de prova por ter recebido orientações de engenheiro

Rosberg é punido por rádio e cai para terceiro na Inglaterra
1st place Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 and 2nd place Nico Rosberg, Mercedes AMG Petronas F1 W07
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Nico Rosberg, Mercedes AMG Petronas F1 W07 and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 on the drivers parade
Carregar reprodutor de áudio

O líder do campeonato Nico Rosberg recebeu uma punição de dez segundos após o fim do GP da Grã-Bretanha deste domingo, caindo de segundo para terceiro no resultado final. O piloto teve um problema no câmbio a seis voltas do fim e teve auxílio de seu engenheiro, Tony Ross para solucionar a falha no volante de seu carro, o que não é permitido.

Segundo nota da FIA, algumas instruções estavam dentro de regulamento, outras não.

"Tendo considerado o assunto exaustivamente, os comissários determinaram que a equipe deu algumas instruções ao piloto que especificamente são autorizadas sob a Diretiva Técnica 014-16", disse.

"No entanto, os comissários determinaram que a equipe foi além e deu instruções ao piloto que não são permitidas pela Diretiva Técnica, e estão em violação do artigo 27.1 do Regulamento Desportivo, que dizem que o piloto deve conduzir o carro sozinho e sem ajuda."

Com isso, Rosberg fica agora trás de Max Verstappen no resultado final da corrida já que o holandês chegou 1s339 atrás. Agora, Rosberg lidera o campeonato por apenas um ponto à frente de Lewis Hamilton.

A Mercedes entrou com recurso junto à FIA para tentar reverter a punição.

compartilhar
comentários
Vettel: "Ferrari não foi veloz o bastante, simples assim"
Artigo anterior

Vettel: "Ferrari não foi veloz o bastante, simples assim"

Próximo artigo

Para Räikkönen, dia ruim da Ferrari em Silverstone é exceção

Para Räikkönen, dia ruim da Ferrari em Silverstone é exceção
Carregar comentários