Schumacher ainda não responde a estímulos, revela Bild

Segundo jornal alemão, heptacampeão teve contrações reflexas após ter sedação reduzida, mas permanece em coma

Schumacher ainda não responde a estímulos, revela Bild
Carregar reprodutor de áudio

Cerca de 15 dias após ter sido reduzida a medicação que o mantém em coma, o heptacampeão mundial Michael Schumacher ainda não responde a estímulos, segundo o jornal alemão Bild.

No final de janeiro, os médicos do Hospital de Grenoble (França) resolveram diminuir a sedação para que Schumacher pudesse começar a sair do coma induzido em que se encontrava desde 29 de dezembro de 2013, quando sofreu um gravíssimo acidente de esqui nos Alpes Franceses.

Desde então, o alemão apresentou contrações reflexas, mas ainda não responde a estímulos. A pedido da equipe médica, a esposa de Michael, Corinna Schumacher, está sempre conversando com o ex-piloto, com intuito de estimular suas percepções. Seu ex-chefe Ross Brawn também o visitou recentemente.

Segundo a assessora do piloto Sabine Kehm, a demora já era prevista. "A sedação do Michael foi reduzida para permitir que se inicie o processo de acordar, algo que pode levar muito tempo”, disse Sabine assim que a medicação começou a ser reduzida.
 

compartilhar
comentários
Button acredita em melhora da McLaren com chegada de Boullier
Artigo anterior

Button acredita em melhora da McLaren com chegada de Boullier

Próximo artigo

Webber vê Ricciardo com potencial para bater Vettel aos sábados

Webber vê Ricciardo com potencial para bater Vettel aos sábados