Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Corrida em
12 Horas
:
40 Minutos
:
31 Segundos
R
GP da Estíria
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
3 dias
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
10 dias
R
GP de 70º aniversário
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
31 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
52 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
59 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
24 set
-
27 set
Próximo evento em
80 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
108 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
115 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
129 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
143 dias

F1: Ralf Schumacher quer Frank e Claire fora da equipe Williams

compartilhar
comentários
F1: Ralf Schumacher quer Frank e Claire fora da equipe Williams
Por:
4 de jun de 2020 11:18

Ex-piloto da equipe diz que ícone da F1 não se adequou ao modo de gerenciamento moderno de um time da categoria

Ralf Schumacher correu para a Williams entre 1999 e 2004 e conseguiu todas as seis vitórias na Fórmula 1 pela tradicional equipe britânica. Mais de 15 anos depois, ele não economizou nas críticas à família Williams, que, em sua opinião, é amplamente responsável pelo declínio esportivo e econômico.

Leia também:

"Nem Frank foi capaz de continuar na equipe nessa era mais moderna, nem sua filha. Há muito a ser reencontrado no estilo de gerenciamento. Na minha opinião, a Williams perdeu o jeito há muito tempo."

"Eu mesmo vi. Os tempos mudaram, as pessoas mudaram. O gerenciamento de cima e com muita pressão, que era o modo de Frank trabalhar não está mais atualizado. Há muitas pessoas jovens e graduadas que ficam na Fórmula 1 por um curto período de tempo. Elas simplesmente não podem ser tratadas assim.”

“Eu só compraria a Williams se Frank e Claire saíssem por completo e um bom investidor aparecesse. Se tivesse o parceiro certo e o dinheiro, entraria nessa imediatamente. Mas é necessário varrer a Williams por completo”.

“Não posso criticar uma venda para empresários milionários. Fico feliz de ver que há pessoas que amam nosso esporte e que estão prontas para investir, mesmo que seja só por seus filhos”, disse, se referindo a Michael Latifi, pai do piloto Nicholas Latifi, que estará na F1 neste ano, que também é acionista da Williams hoje.   

Pizzonia x Heidfeld: a verdade sobre a disputa marcada por mentiras e até "espionagem"

PODCAST: A Williams tem salvação?

 

Próximo artigo
F1: GP do Brasil ocorre em novembro e deve ter público, diz promotor

Artigo anterior

F1: GP do Brasil ocorre em novembro e deve ter público, diz promotor

Próximo artigo

F1: Organização do GP da Rússia está disposta a realizar etapa dupla em Sochi

F1: Organização do GP da Rússia está disposta a realizar etapa dupla em Sochi
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Williams
Autor Christian Nimmervoll