"Se for a solução, não interessa que seja feio", diz Rosberg sobre megafone

Piloto em cujo carro foi testado o equipamento reconhece, no entanto, que primeira tentativa não deu certo

"Se for a solução, não interessa que seja feio", diz Rosberg sobre megafone
Carregar reprodutor de áudio
Notando a insatisfação de muitas pessoas em relação à falta de barulho dos motores, que sempre foi uma das características da F1, a Mercedes testou, na semana passada, uma corneta no escapamento do W05 para tentar amplificar o som do propulsor.

[publicidade] Chamado de megafone, o equipamento foi testado no carro de Nico Rosberg, porém, sem sucesso. Além de feio, não surtiu o efeito desejado. “Se encontrarmos uma solução para fazer mais ruído no final, não interessa se estará um pouco feio ou não”, disse Rosberg, direto de Mônaco. O alemão só não concordou em chamar o teste de ridículo.

“Se é ridículo eu não sei, pois estamos trabalhando para os outros. Para a gente que nos vê na televisão”, disse o piloto da Mercedes, que, no final, reconheceu que a tentativa não deu certo. “Realmente não funcionou bem, então teremos que encontrar outra solução”, completou.
compartilhar
comentários
Na Fórmula E, Bruno Senna reedita dupla de 2010 na Hispania
Artigo anterior

Na Fórmula E, Bruno Senna reedita dupla de 2010 na Hispania

Próximo artigo

Hamilton é o mais rápido, mas Rosberg mostra força no último treino livre

Hamilton é o mais rápido, mas Rosberg mostra força no último treino livre