Top-10: pilotos que mais competiram e nunca venceram na F1

Relembre os pilotos mais azarados da história da Fórmula 1, que chegaram a participar de mais de 100 corridas e jamais ganharam

Top-10: pilotos que mais competiram e nunca venceram na F1

A triste morte do neozelandês Chris Amon nesta quarta-feira deixou o universo da Fórmula 1 carente de uma das figuras mais simbólicas de sua história. Não só pelo talento... mas pelo azar. Apesar de uma vitória nas 24 Horas de Le Mans, o piloto foi o que mais corridas participou sem jamais ter vencido em sua época (96 GPs entre 1963 e 1976).

Relembre casos mais recentes e mais numerosos de pilotos que fizeram várias corridas na F1 mais nunca conseguiram uma vitória.

Vote na nossa enquete!

 
Andrea de Cesaris – 208 GPs
Andrea de Cesaris – 208 GPs
1/10

Foto de: Tom Haapanen

Tido como grande batedor de carros (por isso apelidado de De Crasheris), o italiano tomou parte em 208 corridas e abandonou 148 delas, conquistando cinco pódios apenas. Andrea, morto em 2014, detém até o hoje o maior número de provas na F1 sem uma vitória.
Nick Heidfeld – 183 GPs
Nick Heidfeld – 183 GPs
2/10

Foto de: XPB Images

O alemão é o segundo no ranking de pilotos que mais correram sem uma vitória, e o primeiro entre os que mais foram ao pódio sem vencer uma corrida (13 vezes). Campeão de Fórmula 3000 em 1999, ele atuou na F1 entre 2000 e 2011.
Martin Brundle – 158 GPs
Martin Brundle – 158 GPs
3/10

Foto de: XPB Images

Rival de Ayrton Senna na Fórmula 3 Inglesa e também tido como azarado na F1, Brundle demorou oito anos para conquistar um pódio após sua estreia em 1984. O ex-piloto, vencedor de Le Mans em 1990, é atualmente o comentarista mais respeitado da Inglaterra.
Derek Warwick – 147 GPs
Derek Warwick – 147 GPs
4/10

Foto de: Jean-Philippe Legrand

Da mesma safra de Brundle, Warwick tem quatro pódios na F1- os quatro conquistados em 1984 pela Renault. Vetado por Senna na Lotus em 1986, ele amargou o resto sua carreira até 1993 apenas andando em carros medianos.
Jean-Pierre Jarier – 134 GPs
Jean-Pierre Jarier – 134 GPs
5/10

Foto de: LBGPA

Sem muita sorte pelos times que passou na Fórmula 1, Jarier ficou famoso por substituir Ronnie Peterson na Lotus após sua morte. Ele foi o pole e liderava a prova no Canadá em 1978 até abandonar por problemas mecânicos, deixando o 1º triunfo para Gilles Villeneuve.
Eddie Cheever – 132 GPs
Eddie Cheever – 132 GPs
6/10

Foto de: Vision Sport Agency

Companheiro de Prost na Renault em 1983, o norte-americano nunca fez muito na Fórmula 1 apesar de ter tido algumas boas oportunidades. Quando saiu da categoria em 1989, ele voltou para os EUA onde venceu a Indy 500 em 1998.
Adrian Sutil – 128 GPs
Adrian Sutil – 128 GPs
7/10

Foto de: XPB Images

Com passagens pela Force India e pela Sauber até 2014, o alemão é o piloto com mais largadas sem jamais ter ido ao pódio. Seu melhor resultado é um quarto lugar no GP da Itália de 2009.
Pierluigi Martini – 119 GPs
Pierluigi Martini – 119 GPs
8/10

Foto de: XPB Images

Também sem jamais ter ido ao pódio, o italiano se notabilizou por grandes façanhas pela equipe Minardi. Ele chegou a liderar uma prova (Portugal 1989) e largou na primeira fila (EUA 1990), mas nunca teve muito sucesso.
Philippe Alliot – 116 GPs
Philippe Alliot – 116 GPs
9/10

Foto de: Jean-Philippe Legrand

Famoso por atrapalhar os líderes quase sempre quando era retardatário, o francês tem um quinto lugar como o melhor resultado na F1 e apenas sete pontos somados.
Mika Salo – 111 GPs
Mika Salo – 111 GPs
10/10

Foto de: XPB Images

Mesmo sem vencer, o piloto finlandês aproveitou a chance de ouro que a carreira lhe deu: substituir Michael Schumacher na Ferrari em 1999. Ele conquistou dois pódios – um deles na Alemanha, onde teve que dar a vitória a Eddie Irvine, que disputava o título.
compartilhar
comentários
Tido como maior azarado da F1, Chris Amon morre aos 73
Artigo anterior

Tido como maior azarado da F1, Chris Amon morre aos 73

Próximo artigo

Hockenheim não deverá sediar GP da Alemanha em 2017

Hockenheim não deverá sediar GP da Alemanha em 2017
Carregar comentários