Verstappen defende postura na batalha contra Raikkonen

Holandês defendeu táticas para manter finlandês atrás nos momentos finais do GP da Hungria

Verstappen defende postura na batalha contra Raikkonen
Max Verstappen, Red Bull Racing on the grid
Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H and Max Verstappen, Red Bull Racing RB12 battle for position
Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H
Max Verstappen, Red Bull Racing RB12
Carregar reprodutor de áudio

Na batalha pela quinta posição, Kimi Raikkonen chegou a tocar na traseira de Max Verstappen na curva 2, custando um pedaço da asa dianteira esquerda do carro da Ferrari.

Pelo rádio, Kimi reclamou: "Ele mudou para a direita e depois para a esquerda, quando eu ia para lá."

Após a prova, Verstappen se defendeu, contrariando o que Raikkonen havia dito no rádio.

"Você ouviu Kimi finalmente falando no rádio, isso é bom!" brincou Verstappen. "Não, eu não fiz nada de errado, acho que foi tudo justo."

"Eu só mudei de lado uma vez. Seria muito estranho se eu fosse penalizado."

"Eu podia vê-lo chegando então ele estava muito otimista para mergulhar na parte de dentro, então eu virei para o interior, então ele tinha que frear. Ele atingiu a traseira do meu carro e meu pneu. Isso pode acontecer."

Raikkonen continuou bravo após a corrida.

"Não é a minha decisão decidir se é correto ou não", disse ele. "Eu vi pessoas serem penalizadas por muito menos, mas vamos ver."

"Estou decepcionado porque eu não pude passá-lo. O carro estava se comportando bem, eu tinha uma boa velocidade. Não é o lugar mais fácil de ultrapassar."

compartilhar
comentários
Alonso espera que regras de 2017 "coloquem F1 no lugar"
Artigo anterior

Alonso espera que regras de 2017 "coloquem F1 no lugar"

Próximo artigo

Hamilton é novo líder da temporada; confira tabela

Hamilton é novo líder da temporada; confira tabela