Verstappen espera que F1 traga de novo motores V10

Piloto vê mudança para tecnologia híbrida como inevitável, mas espera parar de correr antes de motores elétricos

Verstappen espera que F1 traga de novo motores V10
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, leads Felipe Massa, Williams FW40
Max Verstappen, Red Bull
Start: Kimi Raikkonen leads the field
Felipe Massa and Ralf Schumacher
Christian Klien
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, leads Felipe Massa, Williams FW40
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13

Piloto da Red Bull, Max Verstappen quer que a Fórmula 1 retorne aos antigos motores V10 totalmente aspirados. A categoria usa desde 2014 motores híbridos V6 turbo.

Enquanto o presidente da FIA, Jean Todt, ainda insiste que um retorno aos motores V10 ou V12 "não seria aceito pela sociedade", Verstappen espera que uma maneira possa ser encontrada para que os V10s retornem em uma nova direção.

"Eu acho que seria muito bom ter motores V10 ou algo assim, com aquele som lindo", disse ele ao Motorsport.com.

"Os motores atuais são agradáveis ​​para mim no carro, mas acho que não é o que realmente impressiona os fãs. Não dá para comparar com um V10 ou V12."

Os V10s foram usados ​​pela última vez na F1 no final de 2005. Em 2006 eles foram substituídos pelos V8s.

Os regulamentos atuais da F1 foram moldados para aumentar a relevância da categoria para as ruas, com os sistemas da recuperação de energia sendo um componente chave.

Motores puramente elétricos estão se tornando mais comuns no automobilismo, e são o foco da Fórmula E, mas Verstappen não se diz um fã.

"Vamos manter as coisas como estão pelos próximos 15 anos. Eu ficaria bem com isso. Depois disso, eles podem fazer tudo ficar completamente elétrico.”

"Depois disso vou fazer outras coisas", acrescentou Verstappen enquanto sorria: "Eu já tenho algumas coisas em mente que gostaria de fazer, mas é claro que isso ainda está muito longe".

"Espero que o esporte ainda esteja usando motores a gasolina até lá. Motores que façam algum som."

compartilhar
comentários
Como a Ferrari de 2008 inspirou o projeto de 2017
Artigo anterior

Como a Ferrari de 2008 inspirou o projeto de 2017

Próximo artigo

Wurz: A F1 voltou a ser autêntica

Wurz: A F1 voltou a ser autêntica
Carregar comentários