Verstappen: F1 não deveria divulgar rádios com palavrões

Holandês acredita que FOM não deveria transmitir conversas de pilotos via rádio com palavras inapropriadas

Verstappen: F1 não deveria divulgar rádios com palavrões
Max Verstappen, Red Bull Racing RB12
Max Verstappen, Red Bull Racing RB12
Max Verstappen, Red Bull Racing RB12
Max Verstappen, Red Bull Racing RB12 on the grid
Max Verstappen, Red Bull Racing with Gianpiero Lambiase, Red Bull Racing Engineer on the grid
Carregar reprodutor de áudio

Max Verstappen foi um dos alvos de Sebastian Vettel nas últimas voltas do GP do México há duas semanas, junto com o diretor de corridas da F1, Charlie Whting. O conteúdo da conversa foi transmitido para o mundo e o piloto alemão se viu em maus lençóis, pedindo desculpas ao dirigente da FIA pessoalmente e por carta.

Na coletiva de imprensa desta quinta-feira (10), Verstappen comentou o episódio.

"Quando você está no calor do momento e você tem o rádio disponível, você pode dizer coisas ruins. Se você dá um microfone a um jogador de futebol, imagine o que ele pode falar durante um jogo."

"Acho que com o rádio perto de você é muito perigoso. Talvez eles não devessem divulgar isso, é uma outra solução."

"Estamos no limite com algumas brigas e a adrenalina está muito alta, então acho que no futuro, se isso for ruim para os mais jovens, não deveriam transmitir essas partes."

Relatos adicionais por Jonathan Noble

compartilhar
comentários
Pérez: postagem sobre muro de Trump “não teve graça alguma"
Artigo anterior

Pérez: postagem sobre muro de Trump “não teve graça alguma"

Próximo artigo

Massa teme por futuro de Nasr: “portas fecharam para ele”

Massa teme por futuro de Nasr: “portas fecharam para ele”