Vettel: Ferrari estava "muito mais veloz" do que a Red Bull

Piloto alemão lamentou posição de largada e pista travada de Hungaroring: "mesmo mais rápido, aqui é difícil ultrapassar"

Vettel: Ferrari estava "muito mais veloz" do que a Red Bull
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H locks up under braking
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H
Sebastian Vettel (GER), Scuderia Ferrari
Carregar reprodutor de áudio

Apesar de ter ficado fora do pódio no GP da Hungria, Sebastian Vettel está convencido de que a Ferrari era "bem mais veloz" do que a Red Bull. 

Sem conseguir ultrapassar Daniel Ricciardo na parte final da prova, quando apertou bastante o australiano que sofria com os pneus desgastados, Vettel terminou em quarto. 

"Acho que estávamos bem mais rápidos, mas sabemos que aqui na Hungria isso não adianta", disse Vettel, que agora está 82 pontos atrás do novo líder do campeonato, Lewis Hamilton.

Foi o terceiro GP seguido em que a Ferrari foi superada pela Red Bull, que agora está apenas um ponto atrás da escuderia italiana na classificação dos construtores. 

"Éramos de 0s5 a 1s mais velozes no final, mas isso não é suficiente para ultrapassar aqui (em Hungaroring). Tínhamos pneus mais novos e sabíamos que estaríamos fortes no final, mas é complicado passar".   

"Tínhamos ritmo para chegar ao pódio, mas aqui se você está na frente pode ser um pouco agressivo, como estava a Red Bull, e daí não tem jeito de passar".  

"Isso mostra que se tivéssemos nos classificado melhor no grid, teríamos uma situação melhor na prova", acrescentou Vettel, que largou em quinto. 

"O carro estava bom hoje em ritmo de prova. Claro que não dá para comparar com a Mercedes pois eles parecem estar num campeonato à parte". 

 

compartilhar
comentários
Novo líder e disputa acirrada: domingo na Hungria em imagens
Artigo anterior

Novo líder e disputa acirrada: domingo na Hungria em imagens

Próximo artigo

Hamilton nega que tenha provocado investigação de Rosberg

Hamilton nega que tenha provocado investigação de Rosberg