Vettel: foi o ano de Lewis e temos de aceitar isso

Sebastian Vettel afirmou que, apesar de ter se sentido chateado com a derrota na temporada de 2018 da F1, precisa aceitar o fato de que o ano foi de Lewis Hamilton.

Vettel: foi o ano de Lewis e temos de aceitar isso

Vettel esteve no páreo pelo título até meados da campanha. No entanto, ele teve uma série de provas complicadas e viu o colega disparar. Hamilton, então, selou o título com duas provas de antecipação, no México.

De acordo com Vettel, não há o que fazer a não ser aceitar que o inglês mereceu a conquista. “Obviamente, Lewis ganhou a corrida. É o ano de Lewis, então acho que, mesmo que seja duro, é preciso aceitar isso”, disse Vettel, que terminou o GP de Abu Dhabi em segundo.

“Tentei gesticular para ele dentro do carro e parabenizá-lo. Estava falando para que fizéssemos zerinhos juntos, mas não sei se ele entendeu, porque quase o tirei da pista na curva oito!”

“Mas aí, na reta principal, tivemos o mesmo pensamento e foi legal quando Fernando [Alonso] se juntou, em sua última corrida, especialmente por ter sido um momento difícil para ele.”

Sobre Alonso, Vettel se mostrou interessado nos próximos passos do espanhol. “Acho que ninguém duvida de seu talento e suas habilidades. Será interessante ver o que ele fará nos próximos anos”, comentou.

“Talvez alguns de nós nos juntaremos a ele, seja lá o que ele fizer no futuro. Veremos. Estamos ficando um pouco mais velhos. Mas, por ora, acho que estamos felizes aqui, então ele pode ir lá tentar primeiro."

compartilhar
comentários
Button fecha com emissora de TV para comentar F1 em 2019

Artigo anterior

Button fecha com emissora de TV para comentar F1 em 2019

Próximo artigo

Óleo do motor de Gasly me cegou, diz Verstappen

Óleo do motor de Gasly me cegou, diz Verstappen
Carregar comentários